Domingo, 19 de Novembro de 2017

JOGO DECISIVO

Argentina é favorita, porém vulnerável, diz técnico alemão

1 JUL 2010Por 06h:38
Pretória, África do Sul

O técnico da Alemanha, Joachim Löw, afirmou ontem que a Argentina é uma seleção “vulnerável” e que está estudando seus pontos fracos para o jogo deste sábado, válido pelas quartas de final da Copa do Mundo.

“Encontramos alguns aspectos nos quais (os argentinos) são vulneráveis, mas este não é o lugar para dizer quais são”, declarou o treinador em entrevista coletiva.

Mesmo assim, Löw não economizou elogios à seleção treinada por Diego Maradona, que considerou como a favorita ao título. “É a favorita. Tem uma defesa forte e muito experiente. Também tem um ataque que não conta só com Messi para marcar”, assegurou o técnico.

Löw disse esperar uma partida “com muita luta e muitas iniciativas de ataque, incrivelmente equilibrado”. “Não podemos nos permitir erros contra a Argentina, nos castigariam com muito sangue frio”, afirmou o treinador.

Para Löw, é possível que o encontro do próximo sábado possa ser resolvido nos pênaltis, como aconteceu há quatro anos, nas quartas de final do Mundial da Alemanha, quando os donos da casa levaram a melhor.

Naquele jogo, brilhou a estrela do goleiro alemão Jens Lehmann, que pegou duas cobranças. Ele contou com a ajuda de um papel dado por seu preparador de goleiros no qual havia informações sobre como os argentinos batiam pênaltis. “Agora, precisaríamos de um livro”, brincou o técnico, que foi o auxiliar-técnico de Jürgen Klinsmann na campanha do Mundial de 2006.

Alemanha e Argentina entram em campo às 10h (MS) de sábado, no estádio Green Point, na Cidade do Cabo.

Leia Também