Quarta, 22 de Novembro de 2017

Aprovação do governo Lula em MS atinge 72% e bate recorde

22 MAR 2010Por 08h:02
O índice de aprovação do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) bateu recorde em Mato Grosso do Sul. Pesquisa do Ibrape para o Correio do Estado mostra que 72% dos entrevistados consideram ótima ou boa a gestão do petista. A avaliação positiva cresceu seis pontos percentuais desde maio do ano passado, quando registrou 66%. O último levantamento aponta, ainda, que a atuação do presidente é reprovada por apenas 5% dos sul-mato-grossenses. Para 22% dos entrevistados, a gestão petista é regular e 1% não soube responder. Em agosto, 69% da população aprovava a administração Lula. Em novembro, o índice oscilou um ponto, passando para 70%. O número de entrevistados que consideram a gestão petista regular manteve-se estável. Em maio do ano passado, era 23%. Passou para 22% em agosto, atingiu 24% em novembro e, na pesquisa mais recente, recuou para 22%. O índice de reprovação caiu três pontos percentuais, dentro da margem de erro, desde maio do ano passado. Estava em 8%, passou para 6% em agosto e permanece em 5% desde novembro. Em 2006, quando foi eleito para o segundo mandato, Lula recebeu 35,99% dos votos em Mato Grosso do Sul, contra 56,25% de Geraldo Alckmin (PSDB). No segundo turno, alcançou 44,98% no Estado, contra 55,02% do tucano. Regiões O governo Lula obteve os melhores índices de aprovação na região de Campo Grande, onde o Ibrape registrou 73% de avaliação ótima ou boa, e no Pantanal, onde o petista alcançou 74%. Para 20% dos eleitores que moram no Pantanal, a administração federal é regular; para 4%, é ruim ou péssima e 2% não opinaram. Na região de Campo Grande, que abrange oito municípios e representa 36,2% do eleitorado de Mato Grosso do Sul, o governo petista é reprovado por 5% da população. Outros 22% deram nota regular ao governo do PT. O pior desempenho foi registrado no Vale do Ivinhema, onde 64% aprovam a gestão de Lula; 30% consideram-na regular e 5% reprovam-na. Na região de Coxim, norte do Estado, 70% aprovam a atuação de Lula frente ao governo federal. Para 25%, é regular e 4% avaliam a administração como ruim ou péssima. Na região da Grande Dourados, que inclui 19 municípios e abrange 21,5% do eleitorado de Mato Grosso do Sul, Lula é aprovado por 68% da população e reprovado por 6%. Outros 24% dos eleitores consideram a gestão petista regular e 2% não opinaram. No Conesul, 66% consideram o governo Lula bom ou ótimo; 25%, regular; 7%, ruim ou péssimo e 2% não responderam. Na região de Aquidauana, sudoeste do Estado, 71% aprovam o governo federal; 6% reprovam, 21% avaliam-no como regular e 2% não responderam. No terceiro maior colégio eleitoral do Estado, a região do Bolsão, o governo Lula tem 71% de aprovação e é reprovado por 5% dos entrevistados. Para 23% dos eleitores da região de Três Lagoas, a gestão petista é regular. O Ibrape entrevistou 2.880 eleitores entre os dias 24 de fevereiro e 6 de março, em oito regiões do Estado. A margem de erro da pesquisa é de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos.

Leia Também