Quarta, 22 de Novembro de 2017

Após 3 anos no Brasil, major da Operação Condor é extraditado

24 JAN 2010Por 07h:20
A Polícia Federal entregou no final da manhã de ontem às autoridades argentinas o militar uruguaio reformado Manuel Juan Cordero Piacentini, em cumprimento à ordem de extradição determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Participante da Operação Condor, ele é acusado de ser responsável pelo desaparecimento de onze pessoas e pelo sequestro de um bebê. A Operação Condor uniu forças policiais para perseguir e capturar opositores das diversas ditaduras sul-americanas em meados da década de 1970. O militar uruguaio estava preso no Brasil desde 26 de fevereiro de 2007.

Leia Também