Terça, 21 de Novembro de 2017

Apesar de acordo, EUA apresentam rascunho de resolução contra o Irã

19 MAI 2010Por 06h:24
AGÊNCIA ESTADO, WASHINGTON

Apesar do acordo firmado entre o Brasil, Turquia e Irã, os Estados Unidos apresentaram no fim da tarde de ontem rascunho de resolução a respeito do impasse no programa nuclear do Irã ao Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU), o qual, segundo a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, é apoiado pelos cinco integrantes permanentes do CS – os próprios EUA, Rússia, China, França e Grã-Bretanha – que mantêm poder de veto.

A resolução traz um pacote de novas sanções que poderão ser aplicadas contra o Irã, no caso de o documento ser aprovado, o que ainda não é certo, uma vez que a China não se manifestou de maneira clara sobre a questão.

O rascunho de resolução tem no alvo uma série de atividades e indivíduos relacionados ao programa nuclear do Irã, incluída a poderosa Guarda Revolucionária, que controla empresas e organizações que têm ligações com a proliferação nuclear, disse um funcionário graduado dos EUA, falando sob anonimato, porque o texto ainda não foi tornado público.

O funcionário disse que a nova proposta pedirá aos países da ONU que cooperem nas inspeções – que precisam do consentimento do país que dá a bandeira ao navio suspeito – e proíbam serviços de navios do Irã ou contratados pelo país, suspeitos de transportarem cargas proibidas.
O rascunho da resolução pede por inspeções de navios iranianos tanto em portos quanto no alto-mar, disse esse funcionário. Também proíbe que os países vendam tanques de guerra, outros veículos militares, aviões de guerra e navios de guerra, bem como outros armamentos pesados ao Irã.

Leia Também