Domingo, 19 de Novembro de 2017

André visita mais cidades que Orcírio e Braga juntos

10 AGO 2010Por 04h:21
Fernanda Brigatti

A corrida pelo governo do Estado está nas ruas e nas estradas. Com 35 dias de campanha, o governador André Puccinelli (PMDB), que busca a reeleição, passou por 24 cidades, mais que o dobro do que percorreram os adversários. O petista José Orcírio dos Santos, esteve em 11 e ainda viajou a Brasília (DF) por quatro vezes.
Somente no último fim de semana, Puccinelli esteve em seis cidades diferentes, passando pelo Bolsão, o sul e o norte de Mato Grosso do Sul: Santa Rita do Pardo, Brasilândia, Três Lagoas, Nova Andradina, Taquarussu e São Gabriel do Oeste. A agenda de governador também tem se confundido com os compromissos de campanha. Em Bonito, no fim de julho, quando foi iniciado o Festival de Inverno do município, Puccinelli chegou a ser alertado pelo Ministério Público para não pedir votos, pois estava em agenda oficial. Em Corumbá, a Justiça Eleitoral também o proibiu de fazer propaganda institucional.
O adversário José Orcírio esteve em 13 viagens desde o início da campanha. Além de Campo Grande, onde realiza caminhadas quase diariamente, o petista reforçou atenção a Dourados, o segundo maior colégio eleitoral do Estado. Para lá, Orcírio já viajou três vezes, caminhou, foi a reuniões e inaugurou comitês de candidatos proporcionais de sua coligação.
Diferente de Puccinelli, Orcírio tem se concentrado em Campo Grande e Dourados e em municípios da região sul do Estado, com Antônio João, Mundo Novo, Ponta Porã e Bela Vista. O ex-governador também já fez campanha em Nova Andradina, Miranda, Três Lagoas, Nova Alvorada do Sul, Sidrolândia e Iguatemi.
O nanico Nei Braga (PSOL) ficou na Capital e foi apenas uma vez fazer campanha em Sidrolândia. Ainda sem material gráfico, o candidato tem utilizado o boca a boca como tática de divulgação de seu nome.
O estilo de corpo a corpo dos dois principais candidatos se diferencia pelo ritmo. André anda rápido, fala rápido, em menos de uma hora, percorre diversas ruas, e nos municípios costuma marcar uma caminhada e, no máximo, uma reunião. Já Orcírio tem reservado, geralmente, um dia ou um período para as cidades que visita, realizando corpo a corpo, visitas, reuniões e pequenos comícios. Segundo cálculos da campanha petista, o candidato já participou de 18 caminhadas, 21 reuniões e visitou 16 empresas e entidades.

Leia Também