Quinta, 23 de Novembro de 2017

Aliados se reúnem para afinar discurso pró-Dilma

31 JUL 2010Por 16h:37
BRASÍLIA

Senadores de todos os partidos da base do governo e praticamente toda a equipe ministerial participam, na próxima terça-feira (3), de um almoço na residência do vice-líder do governo e líder do PTB no Senado, Gim Argello (DF). Existe no Executivo a preocupação de garantir a candidata à Presidência, Dilma Rousseff (PT), caso eleita, uma base de sustentação na Casa maior que a dos últimos oito anos de governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
De acordo com Argello, que também atua na equipe de coordenação de campanha de Dilma, o próprio Lula está preocupado em garantir à Dilma uma base governista com margem de folga mais ampla que a atual, o que daria mais tranquilidade na aprovação de matérias de interesse do Executivo. “Esse é um gesto para afinar o discurso em torno da campanha política”, disse.
Assim, os ministros ficarão à disposição dos senadores para eventuais gravações nos programas de rádio e televisão e, também, prestar todos os esclarecimentos sobre projetos em andamento ou a serem implementados pelas diferentes pastas nos Estados dos candidatos. “Queremos aumentar as chances dos senadores”, frisou Argello.
No governo Lula, a relação entre senadores aliados e Executivo nem sempre foi tranquila. Parlamentares de praticamente todos os partidos reclamaram, durante os oito anos, da dificuldade de conseguir audiências com os ministros e, até mesmo, de uma aproximação maior com o presidente.
Gim Argello disse que já conversou com praticamente todos os parlamentares da base, que confirmaram presença, e 20 ministros que também se comprometeram a participar do almoço.

Leia Também