Sexta, 17 de Novembro de 2017

SELEÇÃO BRASILEIRA

Agravamento de lesão pode deixar Elano fora do Mundial

1 JUL 2010Por 06h:50
Johannesburgo, África do Sul

“Conto com a ajuda do Papai do céu. Vamos tratá-lo, mas espero a natureza me ajudar”. A frase do médico José Luiz Runco deixa claro que o técnico Dunga recebeu uma péssima notícia ontem na seleção brasileira. O chefe do departamento clínico informou que o meio-campista Elano pode ficar fora de todos os compromissos das fases decisivas da Copa do Mundo por conta da lesão no tornozelo direito, sofrida contra a Costa do Marfim ainda na primeira fase.
“O quadro atual é que sua recuperação pode levar dias, semanas ou até um mês, não há um tempo determinado de recuperação. O certo é que ele está fora do jogo contra a Holanda na sexta-feira (pelas quartas de final). Agora, vamos realizar diagnósticos a cada partida”, explicou o médico.

Na terça-feira, o fato de Elano ter novamente sentido dores durante o treino fez o departamento médico da equipe pentacampeã mundial investigar profundamente a região lesionada. Por meio de um exame de imagem, Runco encontrou um problema no osso de ligação entre o tornozelo e a tíbia. “É um edema, não é fratura, o osso está inchado por dentro. No exame, o osso deveria aparecer com a imagem escura e tem uma região que permanece clara. Clinicamente não há sinal de incapacidade, mas quando exige o processo de desaceleração, o atleta sente o incômodo”, justificou o médico da seleção.
Presente na entrevista coletiva de ontem, Elano não conseguia esconder o abatimento pela incerteza do futuro, mesmo sem ter chorado. O departamento médico reconhece que resta apenas uma opção ao atleta: manter a calma.

Elano segurou a voz mesmo nos momentos mais difíceis e conseguiu manifestar um pouco de confiança. “Não estou descartado, tenho muita esperança de melhorar”, afirmou o atleta, que sofreu uma pancada do jogador Tiote na partida contra Costa do Marfim, quando precisou deixar o campo carregado.
O problema no tornozelo não impede Elano de caminhar nem de realizar algumas corridas. Mas o edema incomoda e gera insegurança nas mudanças bruscas de velocidade.

Vetado do duelo contra a Holanda, amanhã, pelas quartas de final, Elano pode ser substituído novamente por Daniel Alves. Já o futuro do atleta na Copa do Mundo depende de exames constantes.

Leia Também