Sábado, 18 de Novembro de 2017

Acusado de envolvimento em assaltos é recambiado para a Capital

20 AGO 2010Por 05h:30
Vânya santos

O corumbaense Elizeu da Silva Maldonado, 27 anos, acusado de integrar uma quadrilha especializada em grandes assaltos em Campo Grande, chegou ontem à Capital. Ele foi preso no dia 16 de julho, em Caratinga, Minas Gerais, e sua transferência foi feita pelo delegado Fábio Peró e mais três agentes da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf). A equipe policial se deslocou para Minas Gerais na última segunda-feira e a transferência do homem suspeito de ter participado do roubo ao Forte Atacadista e ao Prático do Aero Rancho terminou no início da tarde desta quinta-feira. De acordo com o delegado Peró, Elizeu prestará depoimento hoje de manhã.
O recambiamento ocorreu mais de 30 dias após a prisão de Elizeu, porque, conforme Fábio Peró, tanto a Derf quanto a Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe) manifestaram, judicialmente, interesse em transportar o preso. Diante disso, o Poder Judiciário daquele Estado pediu explicações e, posteriormente determinou que a Polícia Civil efetuasse o transporte.
Além de Elizeu, estão presos Paulo Fernandes de Menezes, de 45 anos, Rui Rodrigues Rocha Santana, o Cabelo, de 29 anos, e João Henrique Rodrigues da Costa Jordão, o Neguinho, de 22 anos. Segundo a polícia, todos integravam a mesma quadrilha.
Em 2006, Eliseu foi acusado de tentativa de estelionato e preso em flagrante por porte ilegal de arma. Já em 2008, ele foi vítima de tentativa de homicídio e está em liberdade condicional da Colônia Penal Agrícola desde julho de 2008.

Roubos
No dia 10 de maio deste ano, bandidos entraram pela porta lateral do Shopping Norte Sul e levaram cerca de 300 peças, entre anéis, colares e brincos, de uma joalheria. Já o valor subtraído do supermercado ficou em torno de 2,3 mil. Na fuga houve troca de tiros com um policial. Pelo menos um dos assaltantes estava armado com metralhadora.
Depois de deixar o local, os criminosos entraram num veículo Siena, que foi abandonado em uma rua próxima da região central com a maior parte do dinheiro e das joias.
Já o assalto à Central de Atendimento ao Cidadão (Prático), no Bairro Aero Rancho, ocorreu às 15h do dia 14 de julho, quando quatro assaltantes renderam cerca de 100 pessoas. Eles fizeram um idoso refém para que os policiais militares entregassem suas armas e um rádio de comunicação.
Um motorista foi rendido na Avenida Marechal Deodoro e seu carro, um Gol, foi roubado e utilizado na fuga dos criminosos. O carro foi abandonado no Bairro Guanandy na noite do crime.

Leia Também