Quinta, 23 de Novembro de 2017

Ações comemoram o Dia Internacional do Museu

17 MAI 2010Por 21h:50

OSCAR ROCHA

 

O Museu da Imagem e do Som (MIS) inaugura hoje, às 16h, a exposição coletiva "Poéticas da visualidade", em parceria com o Fotoclube Pantanal, no Mezanino do Memorial da Cultura e da Cidadania Apolônio de Carvalho. O evento faz parte das comemorações da Semana Nacional de Museus, que também contará com uma ação do Museu das Culturas Dom Bosco e do Museu de Arte Contemporânea (Marco).

No Memorial serão mostradas 17 fotografias, clicadas por sete integrantes do Fotoclube Pantanal, criado em 2007. "As fotos foram feitas seguindo o tema da semana: ‘Museus para a harmonia social’. Registramos cenas que mostrassem contrastes, mas que tivessem uma ligação harmônica; por exemplo, a imagem do pássaro João-de-Barro e seu ninho em frente de uma construção no Parque das Nações Indígenas, ou então, de torcedores de times diferentes", explica o criador e coordenador do Fotoclube Pantanal, Matheus de Almeida.

O coletivo de fotógrafos surgiu com a intenção de promover passeios fotográficos, organizar exposições e ministrar cursos. Segundo Matheus, atualmente perto de 17 pessoas atuam efetivamente no grupo. Esta é a segunda exposição do Fotoclube com o MIS. A primeira aconteceu em 2009 e retratou o tema "Campo Grande – ruas e praças". No fim da exposição atual, serão premiadas as três imagens que melhor representam o tema da mostra.

Ainda como parte integrante da Semana de Museus, o MIS promove a oficina "Brincando com o olhar", que pretende repassar exercícios de animação para crianças e adolescentes. As atividades acontecem na quarta e quinta-feira, das 14h às 17h. Mais informações pelos telefones 3316-9178 e 3316-9141.

 

Outras programações

Ainda comemorando o Dia Internacional e a 8ª Semana Nacional dos Museus, as instituições da cidade abrem seus espaços e promovem eventos especiais. Entre eles, o Museu das Culturas Dom Bosco, que estará aberto a toda a comunidade gratuitamente, entre hoje e quinta-feira, com funcionamento das 8h às 16h30min. Além de visitas guiadas, será possível participar de atividades de educação patrimonial.

Já o Marco levará dez obras de seu acervo permanente ao Asilo São João Bosco e à Associação Brasileira de Assistência às Pessoas com Câncer. O intuito é permitir que os pacientes desses locais tenham acesso à arte sul-mato-grossense.

Leia Também