Quarta, 22 de Novembro de 2017

75% da população do planeta não têm internet

26 MAI 2010Por 09h:05
AGÊNCIA ESTADO, GENEBRA

Estudo feito pela União Internacional de Telecomunicações mostra que, apesar dos avanços tecnológicos, 75% da população do planeta ainda não têm acesso à internet. O levantamento é o raio X mais abrangente já feito sobre o assunto. Por conta do resultado, a entidade acredita que a ONU terá dificuldades em cumprir a meta de ter 50% da população conectada até 2015.
A meta da ONU era criar uma verdadeira sociedade global da informação até 2015, objetivo que foi estabelecido em 2003. Desde então, o número de usuários da internet dobrou. Mas apenas 25% da população mundial têm acesso à rede hoje. Ao final de 2009, esse porcentual representava 1,7 bilhão de pessoas. Nos países ricos, a taxa é de 64%, enquanto nas nações em desenvolvimento a taxa é de 12%. No Brasil, o porcentual é de 33%.
Se for considerado apenas o acesso à internet de alta velocidade (banda larga), a diferença é ainda maior entre países ricos e emergentes. Nas nações em desenvolvimento, apenas 3,5% das residências tinham ao final do ano passado acesso à banda larga. Em 2003, essa taxa era de 1%. Nos países ricos, quase todos os usuários domésticos de internet contam com banda larga.

Celulares
Se, por um lado, a internet é um sonho distante para muitos, o mesmo não ocorre com os telefones celulares. Hoje, 90% da população mundial vive em regiões com cobertura de rede. A projeção da UIT é de que, até 2015, 100% das áreas habitadas tenham cobertura para celular.
Na China e Índia, 90% das cidades já têm mais usuários de celulares que telefones fixos. Nos países em desenvolvimento, 66% da população rural possui celular. A menor taxa é a da África e, mesmo assim, 50% da população rural tem um celular. Em 2003, eram apenas 40%.
Ao final de 2009, 67% da população mundial tinha um celular, ante 20% em 2003. A meta de ter mais da metade da população com a tecnologia já foi alcançada. Nos países emergentes, a taxa foi superada já em 2008.

Leia Também