TST julga dissídio coletivo sobre greve dos Correios

AGÊNCIA BRASIL11 de Outubro de 2011 | 15h41

Começou há pouco a audiência para julgar o dissídio coletivo dos trabalhadores dos Correios, que estão em greve há 28 dias. O processo será relatado pelo ministro Maurício Godinho Delagado. Antes do julgamento do dissídio, o Tribunal Superior do trabalho (TST) tentou uma conciliação entre as partes por três vezes, mas não foi possível chegar a um acordo. Ontem, em reunião à noite no TST, os grevistas mantiveram a decisão de não aceitar os termos da proposta apresentada pelo tribunal.

Os funcionários recusaram a proposta de reajuste linear de 6,87% do salário e dos benefícios, o abono imediato de R$ 800 e aumento real de R$ 60 a partir de janeiro de 2012. A principal divergência é em torno do desconto dos dias parados.

A proposta da empresa é descontar seis dias em 12 parcelas a partir do próximo ano e os demais dias de greve seriam compensados com trabalho extra nos fins de semana e feriados. A proposta não foi aceita pelos servidores, que querem a compensação de todos os dias de greve sem desconto de salário.

Segundo o presidente do TST, ministro João Oreste Dalazen, o julgamento do dissídio coletivo poderá trazer prejuízos à categoria, pois a jurisprudência que o Tribunal tem sobre a matéria indica o desconto de todos os dias de paralisação.

Comentários
Mais de Brasil/MundosaúdePrimeira enfermeira contaminada nos EUA está curada do ebola A primeira enfermeira americana a contrair ebola nos Estados Unidos, Nina Pham, está curada da doença, segundo...Gastos de brasileiros no exterior batem recorde em setembrodespesasGastos de brasileiros no exterior batem recorde em setembroOMSTestes de vacinas contra o ebola devem começar em dezembro Os primeiros testes de vacinas do vírus ebola devem começar em dezembro na África Ocidental e centenas de...Termina hoje propaganda eleitoral no rádio e na televisãoeleições 2014Termina hoje propaganda eleitoral no rádio e na televisão
 Últimas Notícias  


  • Assinaturas:
    • (67) 3323-6100
  • Publicidade:
    • (67) 3320-0023
    • (67) 3323-6090
  • Empresa:
    • (67) 3323-6090
    • (67) 3323-6059
 Plataforma Desenvolvimento© Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.