Projeto incentiva a criar peixe sem agredir a natureza

SÍLVIO ANDRADE, DE CORUMBÁ14 de Abril de 2013 | 00h00
Sílvio Andrade/Correio do Estado Sílvio Andrade/Correio do Estado

Com estoque pesqueiro em queda devido à pesca excessiva em seus rios assoreados, poluídos ou degradados, o Pantanal de Mato Grosso do Sul pode se transformar em um pólo de produção de espécies nativas. O Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) e a prefeitura de Corumbá vão implantar um projeto de incentivo à piscicultura na planície apostando em um negócio rentável e sustentável.

Na semana passada técnicos da Superintendência de Pesca do MPA, de Campo Grande, visitaram uma área entre os pantanais do Paiaguás e do Taquari, na confluência da Serra do Amolar, norte de Corumbá, onde se pretende criar as primeiras unidades demonstrativas.

Inicialmente, o projeto envolverá ribeirinhos do Rio Paraguai e fazendeiros atingidos pelo desastre ambiental do Rio Taquari. “O potencial da região é extraordinário, pode se transformar em um dos maiores produtores do País”, atesta Celso Benites, pesquisador da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e coordenador do projeto. Ele tem razões de sobra para esse otimismo: a abundância e a qualidade da água. O criatório de pintados e pacus em tanques rede ocorrerá em corixos (canais de ligação destas águas) e baías.

Leia mais no Correio do Estado

Comentários
Mais de Simone Tebet é indicada para integrar CCJ no SenadocomissãoSimone Tebet é indicada para integrar CCJ no SenadoPrefeitura mantém proposta e artistas cobram transparênciaCampo GrandePrefeitura mantém proposta e artistas cobram transparênciaAo acordar após acidente, Alonso achou que ainda corria de kartAUTOMOBILISMOAo acordar após acidente, Alonso achou que ainda corria de kartEm três dias, mais de 300 inspeções foram feitas na Operação Amazônia AzulFiscalizaçãoEm três dias, mais de 300 inspeções foram feitas na Operação Amazônia Azul
 Últimas Notícias  


  • Assinaturas:
    • (67) 3323-6100
  • Publicidade:
    • (67) 3320-0023
    • (67) 3323-6090
  • Empresa:
    • (67) 3323-6090
    • (67) 3323-6059
 Plataforma Desenvolvimento© Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.