Professores de universidades federais decidem manter a greve

G1 3 de Setembro de 2012 | 11h11

O Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino (Andes) divulgou nesta segunda-feira (3) um comunicado anunciando a manutenção da greve de professores das universidades federais, que já dura 110 dias. No entanto, o sindicato avalia que a a situação para a reabertura das negociações ficou mais difícil e pede para que novas assembleias gerais sejam feitas até quinta-feira (6) para definir uma decisão unificada de continuidade ou não da greve.

No documento de sete páginas, o Andes destaca que a maioria das assembleias realizadas nas universidades realizadas na semana passada votou pela continuidade da greve mesmo após o término do prazo para um acordo dado pelo governo federal.

"O Comando Nacional de Greve reafirma a continuidade da greve e a necessidade de avaliação do movimento e da correlação de forças necessária aos enfrentamentos que se impõem, produzindo encaminhamentos e agenda de trabalho. Outrossim, pautar, nas próximas assembleias, a discussão dos horizontes da greve e o debate sobre a suspensão unificada da greve nacional dos docentes", diz a nota.

Comentários
Mais de CidadesPrincipais avenidas da periferia da Capital estão repletas de lixodescasoPrincipais avenidas da periferia da Capital estão repletas de lixoSemana começa chuvosa em todo o Estado, indica previsãometeorologiaSemana começa chuvosa em todo o Estado, indica previsãoProjeto Florestinha completa <br>22 anos de educação ambientalflorestinhaProjeto Florestinha completa
22 anos de educação ambiental
Universidade abre concurso para engenheiros civil e eletricista; salário de R$ 3,7 miloportunidadeUniversidade abre concurso para engenheiros civil e eletricista; salário de R$ 3,7 mil
 Últimas Notícias  


  • Assinaturas:
    • (67) 3323-6100
  • Publicidade:
    • (67) 3320-0023
    • (67) 3323-6090
  • Empresa:
    • (67) 3323-6090
    • (67) 3323-6059
 Plataforma Desenvolvimento© Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.