Professores de universidades federais decidem manter a greve

G1 3 de Setembro de 2012 | 11h11

O Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino (Andes) divulgou nesta segunda-feira (3) um comunicado anunciando a manutenção da greve de professores das universidades federais, que já dura 110 dias. No entanto, o sindicato avalia que a a situação para a reabertura das negociações ficou mais difícil e pede para que novas assembleias gerais sejam feitas até quinta-feira (6) para definir uma decisão unificada de continuidade ou não da greve.

No documento de sete páginas, o Andes destaca que a maioria das assembleias realizadas nas universidades realizadas na semana passada votou pela continuidade da greve mesmo após o término do prazo para um acordo dado pelo governo federal.

"O Comando Nacional de Greve reafirma a continuidade da greve e a necessidade de avaliação do movimento e da correlação de forças necessária aos enfrentamentos que se impõem, produzindo encaminhamentos e agenda de trabalho. Outrossim, pautar, nas próximas assembleias, a discussão dos horizontes da greve e o debate sobre a suspensão unificada da greve nacional dos docentes", diz a nota.

Comentários
Mais de CidadesPolícia investiga perseguição <br> e atentado dentro da UFMSHOMOFOBIAPolícia investiga perseguição
e atentado dentro da UFMS
Para Tribunal Regional Eleitoral de MS, desafio do 2º turno é reduzir abstençãoCIDADANIAPara Tribunal Regional Eleitoral de MS, desafio do 2º turno é reduzir abstençãoPrefeitura dá primeiro passo para integração no trânsitoVIDA URBANAPrefeitura dá primeiro passo para integração no trânsitoPresidente da Federação Nacional de Jornalistas visita Correio do EstadoEM PAUTAPresidente da Federação Nacional de Jornalistas visita Correio do Estado
 Últimas Notícias  


  • Assinaturas:
    • (67) 3323-6100
  • Publicidade:
    • (67) 3320-0023
    • (67) 3323-6090
  • Empresa:
    • (67) 3323-6090
    • (67) 3323-6059
 Plataforma Desenvolvimento© Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.