Primavera facilita proliferação de animais peçonhentos

LAíS CAMARGO20 de Outubro de 2011 | 00h02
FAUSTO BRITES/PORTAL CORREIO DO ESTADO FAUSTO BRITES/PORTAL CORREIO DO ESTADO

Ainda sonolento, o cidadão coloca o pé no sapato pela manhã. Rapidamente uma picada, um grito e toda vizinhança acorda por conta de um escorpião. A situação é muito comum na primavera, quando o tempo fica quente e úmido, ideal para a proliferação de animais como escorpiões e lacraias – que são dotados de veneno.

“São animais de hábito noturno; eles saem das galerias e vão para as casas à procura de alimentos. Aí ele encontra uma roupa ou sapato no chão e acha que é abrigo, no outro dia de manhã acontecem os acidentes”, explica Júlia Maksoud, veterinária e coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). Estes animais peçonhentos se alimentam de outros como baratas, e a primavera favorece a procriação de ambos.

A principal maneira de evitar acidentes é manter o quintal limpo, sem materiais desnecessários ao redor da casa e cuidar para que os vasos de plantas não acumulem umidade. Além disso é importante tampar ralos e pias e usar água sanitária na limpeza da casa, que 'espanta' escorpiões, por exemplo. “Tem escorpiões que não precisam do macho para se reproduzir, então é só ter o ambiente adequado que acontece”, explica Júlia.

Como proceder

Ao ser vítima de animal peçonhento, a primeira providência é procurar atendimento médico. As unidades de saúde possuem soros específicos para aranhas e escorpiões. Se possível, capturar o animal para mostrar ao profissional da saúde. Após cuidar do ferimento, ligar para o CCZ (67-3314-5000) para receber outras orientações.

Comentários
Mais de CidadesTensão entre invasores e moradores aumenta e confusão vai parar na políciaCasas popularesTensão entre invasores e moradores aumenta e confusão vai parar na políciaCarga de mais de 3,5 toneladas de maconha é interceptada <br> em rodoviaNova Alvorada do SulCarga de mais de 3,5 toneladas de maconha é interceptada
em rodovia
ChilenosMorador hospeda malabaristas chilenos, não recebe por diária
e acaba agredido
Agressão ocorreu na madrugada desta sexta-feira (4), na Vila Carlota, na Capital
SUPOSTO PROGRAMATravesti é atraída em emboscada e espancada
por grupo de assaltantes
Vítima precisou ser encaminhada para hospital da cidade onde permanece internada
 Últimas Notícias  


  • Assinaturas:
    • (67) 3323-6100
  • Publicidade:
    • (67) 3320-0023
    • (67) 3323-6090
  • Empresa:
    • (67) 3323-6090
    • (67) 3323-6059
 Plataforma Desenvolvimento© Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.