Para Vander, Bernal merece ser cassado

8 de Maro de 2014 | 00h00
Bruno Henrique/Correio do Estado/Arquivo Bruno Henrique/Correio do Estado/Arquivo

O deputado federal Vander Loubet (PT) afirmou que o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), merece ter o mandato cassado pela Câmara Municipal por “irresponsabilidade” de não ter conseguido até hoje “consolidar a base de sustentação”. A frustração de Vander com as atitudes do prefeito seguem a mesma linha de insatisfação do líder petista, senador Delcídio do Amaral, que, anteriormente, disse ter abandonado a luta para salvar o mandato de Bernal. A reportagem está na edição de hoje (08) do jornal Correio do Estado.

Sinalizando a possibilidade de o partido retirar o apoio à atual administração, o deputado destacou que o PT fez mais do que deveria para ajudar a governabilidade do progressista. Por isso, ele disse que o diretório da sigla precisa discutir “profundamente” a continuidade do acordo com o gestor municipal. “Ele (Bernal) teve a grande chance de construir a maioria. Não conseguir 10 votos é irresponsabilidade dele. Merece ser cassado mesmo”, atacou Vander.  

Abandono da base

Diante da “incompetência” do prefeito em não fazer a governabilidade no Legislativo mesmo com todo amparo de Delcídio e Chaves, o Diretório Estadual do PT deve discutir na próxima segunda-feira (10), se continuará participando da administração municipal. 

De acordo com o presidente estadual da legenda, prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, as lideranças petistas deverão debater a questão com o diretório municipal.

“Devemos tratar desse assunto (apoio a Bernal) na segunda-feira. Acho que os vereadores têm que ser ouvidos”, disse. “Por enquanto ainda não temos nada formalizado sobre isso. Essa questão deve ser discutida com a municipal”, emendou. A reportagem é de Tavane Ferraresi.

Comentários
Mais de PolíticaAntonio João Hugo Rodrigues: OPINIÃOAntonio João Hugo Rodrigues: "País das Maravilhas"PMDB recusa cargos para ficar com presidência da AssembleiaENTENDIMENTOPMDB recusa cargos para ficar com presidência da AssembleiaINVESTIGAÇÃOCPMI da Petrobras deve ser prorrogada até 22 de dezembroA CPMI investiga denúncias de irregularidades na empresaDIREITOS HUMANOSBrasil vive retrocesso, diz senadora no Dia da Consciência NegraEla lembrou casos de injúria racial no futebol, além de intolerância contra religiões
 Últimas Notícias  


  • Assinaturas:
    • (67) 3323-6100
  • Publicidade:
    • (67) 3320-0023
    • (67) 3323-6090
  • Empresa:
    • (67) 3323-6090
    • (67) 3323-6059
 Plataforma Desenvolvimento© Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.