Lúpus aumenta as chances de desenvolvimento de câncer

CRISTINA MEDEIROS20 de Novembro de 2010 | 06h30

As pessoas com lúpus eritematoso sistêmico apresentam 1,15 % mais chances de desenvolver câncer e mais de 2,5% de chances de desenvolver doenças hematológicas malignas, como o linfoma e a leucemia. Os dados foram anunciados por pesquisadores da Divisão de Reumatologia e Epidemiologia Clínica, da Universidade McGill, no Canadá, durante a  Reunião Científica Anual do Colégio Americano de Reumatologia.

“O lúpus eritematoso sistêmico, também chamado de LES, é uma doença inflamatória crônica que pode afetar a pele, articulações, rins, pulmões, sistema nervoso, e/ou outros órgãos do corpo. Os sintomas mais comuns incluem erupções na pele e artrite, frequentemente acompanhada de fadiga e febre. A doença acomete principalmente mulheres na idade fértil”, explica o reumatologista Sérgio Bontempi Lanzotti, diretor do Instituto de Reumatologia e Doenças Osteoarticulares (Iredo).
Diversos estudos anteriores já haviam mostrado uma relação entre o lúpus e o risco de câncer, mas a pesquisa canadense aprofunda-se ao definir de forma mais precisa o risco de câncer no LES.  “Durante nove anos, os pesquisadores acompanharam 13.492 pacientes com lúpus. Neste grupo foram diagnosticados 632 casos de câncer e detectados dados muito relevantes  sobre os cânceres hematológicos. Segundo os pesquisadores da Universidade McGill, pacientes com lúpus são 3,2% mais propensos a desenvolver linfomas que a população geral, 3,4% mais propensos a desenvolver Linfomas Não-Hodgkin, além de apresentarem também um risco maior de 1,7% de desenvolver leucemia”, informa o reumatologista.
O estudo também revelou que pessoas com lúpus que têm menos de 40 anos apresentam um risco particularmente mais elevado de desenvover câncer que a população em geral: 1,7%.

Comentários
Mais de Ciência e SaúdeNova técnica facilita diagnóstico do câncer de ovárioestudoNova técnica facilita diagnóstico do câncer de ovárioCuidados nos primeiros mil dias do bebê podem definir futurosaúdeCuidados nos primeiros mil dias do bebê podem definir futuroExercício pode elevar em 5 anos expectativa de vida de idosoExercício pode elevar em 5 anos expectativa de vida de idosoCientistas avançam em pesquisa contra fobiashistaminaCientistas avançam em pesquisa contra fobias
 Últimas Notícias  


  • Assinaturas:
    • (67) 3323-6100
  • Publicidade:
    • (67) 3320-0023
    • (67) 3323-6090
  • Empresa:
    • (67) 3323-6090
    • (67) 3323-6059
 Plataforma Desenvolvimento© Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.