Estacionar em vagas de idosos pode virar infração gravíssima

INFOMONEY 4 de Janeiro de 2011 | 00h02
Reprodução Reprodução

A infração para quem estacionar ilegalmente nas vagas reservadas para maiores de 60 anos ou pessoas com deficiência pode passar de leve para gravíssima, conforme o Projeto de Lei 7864/10. Dessa forma, aumentam também o valor da multa e o número de pontos na carteira de habilitação.

"Cadeirantes e idosos já perderam a conta de quantas vezes foram obrigados a comprar 'briga' para ver o seu direito assegurado", afirmou o autor da proposta, deputado Vital do Rêgo Filho (PMDB-PB), segundo a Agência Câmara.

Quem estacionar nas vagas de idosos indevidamente poderá levar sete pontos na carteira, pagar multa e ter o veículo removido. De acordo com o deputado, o objetivo da proposta é dar mais garantia de que o direito dos idosos e deficientes seja respeitado.

Atualmente, quem estaciona ilegalmente em vagas destinadas a idosos ou a pessoas com deficiência comete infração leve e está sujeito à multa e remoção do veículo, além de levar três pontos na carteira.

Tramitação
O projeto de lei ainda será analisado pelas comissões de Viação e Transportes e Constituição e Justiça e de Cidadania, sem precisar pelo Plenário.
 

Comentários
Mais de CidadesUno capota e mulher fica presa às ferragens na Av. Afonso PenaacidenteUno capota e mulher fica presa às ferragens na Av. Afonso PenaPresos traficantes e autores de roubo de malotes de R$ 100 milNAVIRAÍPresos traficantes e autores de roubo de malotes de R$ 100 milPrefeito transforma cargos <br>e exonera 27 comissionadosDiário OficialPrefeito transforma cargos
e exonera 27 comissionados
TRÁFICOPolícia identifica e prende homem que abandonou
963 quilos de maconha
As informações foram liberadas nesta quarta-feira pela Polícia Civil
 Últimas Notícias  


  • Assinaturas:
    • (67) 3323-6100
  • Publicidade:
    • (67) 3320-0023
    • (67) 3323-6090
  • Empresa:
    • (67) 3323-6090
    • (67) 3323-6059
 Plataforma Desenvolvimento© Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.