Energia solar ganha força no Estado

VINÍCIUS SQUINELO18 de Outubro de 2012 | 00h00
Gerson Oliveira/Correio do Estado Gerson Oliveira/Correio do Estado

Com a promessa de reduzir quase a zero as contas de energia elétrica e com o status de “limpa”, a energia solar teve o “sinal verde” da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para começar a ser implantada nas residências brasileiras. Em Mato Grosso do Sul, quem trabalha com a nova modalidade de geração de energia já espera com ansiedade o dia 13 de dezembro, data limite para as concessionárias se adaptarem à nova realidade.

Com a instalação nas residências de módulos fotovoltaicos (painéis de captação), a luz do sol é enviada à um inversor e pode ser usada como energia elétrica “normal”, para prover toda a necessidade de uma casa. Mesmo o mais simples sistema de captação produz, pelo menos, 300 kwh/mês, mais que o suficiente para uma casa com quatro pessoas, por exemplo.

“Essa energia que vem do sol é captada, e transformada em energia elétrica. O que for gerado, mas não for usado, é enviado para a rede da concessionária de energia, que pode fazer uso”, explicou o engenheiro e professor universitário Bruno Mangiapelo. “O que foi gerado a mais do que for usado na residência vai criar créditos para o consumidor, que pode usar essa energia depois, em até 36 meses”, completou.

Leia mais no jornal Correio do Estado.
 

Comentários
Mais de EconomiaEm apenas dois meses, MS fechou 2.535 postos de trabalhoCAGEDEm apenas dois meses, MS fechou 2.535 postos de trabalhoNEGÓCIOAbílio Diniz compra 10% da filial brasileira do Carrefour
por R$ 1,8 bi
O Carrefour estuda a abertura de capital da filial brasileira
Servidores recebem 13º nesta sexta e comércio se animafim de anoServidores recebem 13º nesta sexta e comércio se animaOPORTUNIDADESBrasil criou 8.381 empregos formais em novembroNo acumulado do ano, o saldo da criação de empregos é positivo
 Últimas Notícias  


  • Assinaturas:
    • (67) 3323-6100
  • Publicidade:
    • (67) 3320-0023
    • (67) 3323-6090
  • Empresa:
    • (67) 3323-6090
    • (67) 3323-6059
 Plataforma Desenvolvimento© Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.