Auditora americana vem avaliar projeto Vida no Trânsito

DA REDAÇÃO11 de Agosto de 2011 | 15h40

A auditora norte-americana Kelly Larsons, representante da Fundação Bloomberg, patrocinadora do projeto Vida no Trânsito, chega hoje à noite (11/08) à Campo Grande para uma visita técnica. O projeto Vida no Trânsito foi lançado em 2010 pela Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) para diminuir o número de acidentes graves e fatais na Capital.

A representante da Fundação Boomberg se reunirá com integrantes da Agetran e Sesau, às 8h30, na Casa da Esplanada Ferroviária, localizada na avenida Calógeras esquina com a avenida Mato Grosso. “Vamos mostrar para a Kelly os resultados já alcançados com o projeto Vida no Trânsito, a coleta de dados, o levantamento dos problemas locais e a importância do apoio da fundação”, destacou Ivanise Rotta, chefe da Divisão de Educação para o Trânsito da Agetran.

Kelly Larsons vai conhecer uma blitz preventiva, coordenada pela Ciptran ao longo da avenida Afonso Pena, a partir das 10h30. Em seguida, visitará a avenida Gury Marques para ver os radares com redutores de velocidade, a câmera do olho vivo no avanço de sinal, as travessias elevadas para pedestres e o significado da estrela no chão (lembrando as mortes no trânsito).

O final da visita será na sede da Agetran, onde está prevista a inauguração do Memorial à Vida em Movimento, uma escultura da artista plástica Carla Cápua. “Esta obra é uma homenagem a todas as pessoas que transitam em Campo Grande, respeitam as leis de trânsito e estão vivas”, esclareceu Ivanise.

Ainda segundo a chefe da Divisão de Educação da Agetran, a auditora da Bloomberg vai conhecer o Placar da Vida, instalado em vários pontos da cidade, que registra os dias em que não ocorrem mortes no trânsito de Campo Grande.

Comentários
Mais de Reajuste fica para dezembro e professores podem entrar em greve na próxima segundaCampo GrandeReajuste fica para dezembro e professores podem entrar em greve na próxima segundaAna Paula Arósio fica irritada e volta a se afastar do trabalhoNovo projetoAna Paula Arósio fica irritada e volta a se afastar do trabalhoMulheres são responsáveis por 37,3% dos lares; em MS participação é menorIBGEMulheres são responsáveis por 37,3% dos lares; em MS participação é menorGASTOS ELEVADOSGoverno Central tem deficit de R$ 20,4 bilhões em setembroO resultado primário é definido pela diferença entre receitas e despesas
 Últimas Notícias  


  • Assinaturas:
    • (67) 3323-6100
  • Publicidade:
    • (67) 3320-0023
    • (67) 3323-6090
  • Empresa:
    • (67) 3323-6090
    • (67) 3323-6059
 Plataforma Desenvolvimento© Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.