Sábado, 22 de Julho de 2017

REDE INTERLIGADA

Ataque mundial de vírus ameaça
MPE e Justiça Estadual de MS

Sistema de email do Judiciário foi desligado para evitar complicações

12 MAI 2017Por RODOLFO CÉSAR16h:42

Ataque cibernético em computadores e sistemas em vários países do mundo hoje afetou a operacionalização do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) e do Ministério Público Estadual (MPE). O site do MPE saiu do ar pela manhã e até às 16h20 não tinha sido reativado.

A Secretaria de Tecnologia da Informação do TJMS divulgou comunicado perto das 15h de hoje que precisou parar todo o sistema de emails por conta do ataque "maciço de vírus no mundo inteiro". A paralisação aconteceu às 16h e não há previsão de retorno.

"A Secretaria de TI comunica que os e-mails do Poder Judiciário de MS serão parados hoje, devido a um ataque maciço de vírus no mundo inteiro. Por precaução, a TI deixará indisponível o serviço durante o restante do dia de hoje e irá monitorar o sistema, para eventuais medidas mais complexas", informou o Judiciário Estadual.

O software malicioso que foi identificado em algumas partes do mundo foi apelidado de "quer criptografar" e "quer chorar". Várias versões de idiomas foram localizadas, inclusive em português, divulgou o site da Folha de S.Paulo.

A imprensa espanhola informou que a origem dos ataques seria na China.Os hackers conseguiram também entrar no sistema interno da Telefônica, além da seguradora Mapfre e do banco BBVA, nos escritórios que ficam na Espanha.

Empresa russa de cibersegurança divulgou na rede social que foram registrados 45 mil ataques em 74 países e esse número continuava a crescer. A companhia divulgou que a Rússia foi o maior alvo, mas houve relatos também no Brasil, Japão, Turquia, Filipinas e Alemanha.

Ferramentas do sistema usado pela Agência de Segurança Nacional (NSA), dos Estados Unidos, teriam vazado e essa tecnologia estaria sendo usada agora. Os ataques pedem dinheiro ou bitcoins (moeda virtual) para liberar novamente o acesso aos sistemas.

DIÁRIO OFICIAL

O desligamento da rede do Ministério Público Estadual para preservar de possível invasão acaba deixando o Diário Oficial do órgão inacessível temporariamente.

A medida foi tomada por precaução, informou a assessoria de imprensa do MPE. O retorno do sistema ainda não tem data para voltar a ficar online. O departamento de informática segue com monitoramento.

Leia Também