7 de abril

Dia do Jornalista passa a integrar Calendário Oficial de Eventos do Estado

A proposta, em âmbito estadual, é do deputado Maurício Picarelli (PSDB)

10 NOV 2017 • POR Izabela Jornada • 11h36

Foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (10) o Dia Estadual do Jornalista, que será comemorado em 7 de abril. A data passa a integrar o Calendário Oficial de Eventos do Estado, oficializado pela Lei 3.945, de 4 de agosto de 2010. A proposta, em âmbito estadual, é do deputado Maurício Picarelli (PSDB).

“É uma justa homenagem a todos os profissionais que atuam na profissão, com a árdua tarefa de lidar com notícias e fatos, se preocupando em manter o público informado, de maneira imparcial e ética. Seja na rádio, na televisão ou nos jornais impressos, o jornalista deve sempre trabalhar tendo como base a imparcialidade e fontes de informação confiáveis”, disse Picarelli, que além de parlamentar, atua como jornalista também. 

O Dia Nacional do Jornalista, já é comemorado em 7 de abril e foi instituído em 1931, por decisão da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), como homenagem ao médico e jornalista Giovanni Battista Líbero Badaró, morto por inimigos políticos em 1830. 

Oposicionista ao imperador D. Pedro I, Badaró foi o criador do Observatório Constitucional, jornal independente que focava em temas políticos até então censurados, e era defensor da liberdade de imprensa. 

A morte de Badaró alimentou ainda mais a crise que começava a se instaurar no império de D. Pedro I. A revolta de populares e políticos que eram contra a repressão do monarca tornaram sua permanência no poder cada vez mais perigosa, uma vez que atos violentos estavam acontecendo frequentemente. Segundo historiadores, esse foi um dos fatores que levaram à renúncia de D. Pedro, em 7 de abril de 1831.