eleições 2018

Nelsinho lidera para o Senado, Zeca e Odilon disputariam a segunda vaga

Ipems realizou pesquisa em 50 municípios do Estado

4 NOV 2017 • POR DA REDAÇÃO • 04h00
Nelsinho Trad, José Orcírio e Odilon Oliveira são nomes fortes para disputa no Senado - Arquivo/Correio do Estado e Divulgação/Câmara

A pesquisa do Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul Ltda. (Ipems) para o Senado, realizada com 1.329 eleitores em 50 dos 79 municípios, indica a liderança do ex-prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad (PTB) e disputa acirrada entre o deputado federal e ex-governador José Orcírio dos Santos, o Zeca do PT, e o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT) pela segunda vaga. Em 2018, os eleitores vão escolher dois senadores.

Odilon também aparece encostado em André Puccinelli (PMDB) na eventual disputa para governador do Estado.

A pesquisa do Ipems, publicada no decorrer da semana, aponta o juiz federal tecnicamente empatado com André e os dois disputariam, se forem candidatos, o segundo turno.

E na amostragem para o Senado, o juiz Odilon não está descartado pelo eleitor como uma das opções. Ele teria o ex-governador Zeca do PT como obstáculo a ser superado, porque, em tese, a primeira vaga estaria garantida a Nelsinho.

O juiz não escondeu, no entanto, a preferência pela disputa ao Senado. Mas foi convencido a concorrer ao governo do Estado.

Então, se as eleições fossem hoje, Nelsinho seria o primeiro escolhido, com 37,64% das intenções de voto.

Para a segunda vaga, Zeca do PT estaria com 32,24%, sendo perseguido de perto pelo juiz Odilon, com 29,40%. Como a margem de erro estimada é de 2,69 pontos porcentuais para mais ou para menos, significa empate técnico entre os dois.

*Leia reportagem, de Adilson Trindade, na edição de sábado/domingo do jornal Correio do Estado.