Flamengo x Vasco

Morre torcedor baleado após confronto entre organizadas

1 NOV 2017 • POR FOLHAPRESS • 18h56
Carlos Afonso de Oliveira Leite faleceu depois de confronto entre organizadas - Reprodução/Facebook

O torcedor do Flamengo Carlos Afonso de Oliveira Leite, de 24 anos, faleceu na manhã de terça-feira (31) no hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói (RJ).

O jovem havia sido baleado na cabeça no último sábado (28), no bairro do Fonseca, após um confronto entre organizadas de Flamengo e Vasco antes do clássico que aconteceu no Maracanã. A informação do óbito foi confirmada à reportagem pela assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde do Estado.

Os vândalos se enfrentaram pela rua Doutor March e, em seguida à briga, um veículo com integrantes ainda não identificados passou efetuando disparos em direção aos flamenguistas.

Além de Carlos, foram atingidos José da Penha Alves de Amorim, de 65 anos, e Monique da Costa Jesus, de 33 anos, que trabalhava como balconista de uma padaria do local. A dupla não estava envolvida na pancadaria.

O senhor segue internado em estado estável, e ela já recebeu alta. O caso está sendo investigado pela delegacia de Homicídios de Niterói.

No mesmo dia, 77 vascaínos foram presos em flagrante na sede da organizada Força Jovem, no bairro de São Cristóvão, no Rio, portando porretes, fogos de artifício, soco inglês e até uma faca. Segundo a Polícia, eles planejavam um ataque nos arredores do Maracanã.

Seis deles eram menores de idade e foram encaminhados à Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente. Já 69 torcedores tiveram prisão preventiva decretada e dois receberam liberdade provisória decretada pelo Juizado Especial do Torcedor e Grandes Eventos.

Nesta quarta-feira (1º), a Justiça negou habeas corpus impetrados pela organizada e eles seguem detidos.