temporal

Ventos passam dos 74 km/h na Capital e queda de árvore fere uma pessoa

Em uma hora, volume de chuva chegou a 12.6 milímetros

30 OUT 2017 • POR RODOLFO CÉSAR E LUANA RODRIGUES • 17h29
Salgueiro-chorão caiu sobre capô de Cobalt no Jardim dos Estados, em Campo Grande - Luana Rodrigues/Correio do Estado

Os estragos das chuvas em Campo Grande deixaram pelo menos uma pessoa ferida no bairro Coronel Antonino e houve também registro de quedas de árvores na cidade.

Estação do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) em Campo Grande mediu que as rajadas de vento por volta das 17h de hoje chegou a 74,16 km/h e o volume de chuva registrado foi de 12.6 milímetros.

Essa condição do clima causou a queda de uma árvore na Rua Castelo Branco, no bairro Coronel Antonino. Parte do telhado da residência sofreu danos e pedaço de telha caiu sobre a cabeça de uma mulher. Os Bombeiros a socorreram e a levaram para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Na Rua Roberto Peres Rodrigues, no Jardim dos Estados, Joelma Moreira teve o prejuízo ao ver o tronco de uma salgueiro-chorão cair sobre o capô do Cobalt, modelo 2012, dela.

"Fui olhar pela janela por causa do vento e vi a árvore cair. Pior que nunca estaciono nesse local porque não tem vaga. Mas hoje decidi parar para aproveitar a sombra", lamentou Joelma.

A árvore ainda interrompeu o trânsito na via, mas os Bombeiros estiveram no local com moto-serra e liberaram o tráfego.

Na Rua Joaquim Murtinho, no Centro de Campo Grande, um galho de grande porte caiu sobre um carro. Apesar de várias pessoas tentarem retirá-lo, por conta do peso não foi possível e uma equipe dos Bombeiros cortaram o galho.

O Inmet divulgou alerta para 44 cidades, incluindo a Capital, sobre temporal. A chuva em Campo Grande começou por volta das 16h. Em outros municípios, os ventos e a água causaram prejuízos mais cedo. Houve alagamento em Glória de Dourados, Deodápolis e Iguatemi, conforme relato de moradores ao site do Cemtec-MS.

Ventos fortes e chuva também foram registrados no Capão Seco, em Sidrolândia, comentou Cleusa Maciel Tavares na página do Facebook do Portal Correio do Estado. Ana Maria Marinho disse que em Dois Irmãos do Buriti, onde vive, o vendaval foi forte. "Foi um vendaval e raios a todo momento", escreveu a leitora. 

Enquanto isso, Dora Leandro, que vive em Jardim, comentou na página do Facebook do Portal Correio do Estado que na cidade não houve ventos fortes.

"Nesta segunda-feira, observa-se a presença de instabilidades em níveis médios da atmosfera, fortes ventos em altos níveis e ventos de norte em superfície que trazem calor e umidade. São esses fatores que promovem pancadas de chuva localmente forte, com rajadas de vento e muitas descargas elétricas ao Estado", explicou a meteorologista do Inmet, Helena Turon Balbino.

LISTA DE CIDADES COM ALERTA

Anastácio
Anaurilândia
Aparecida do Taboado
Aquidauana
Bandeirantes
Bataguassu
Batayporã
Bela Vista

Bodoquena
Bonito
Brasilândia
Camapuã 
Campo Grande
Caracol
Cassilândia 
Chapadão do Sul

Corguinho 
Corumbá 
Costa Rica 
Dois Irmãos do Buriti 
Figueirão
Guia Lopes da Laguna 
Inocência 
Jaraguari

Jardim 
Maracaju 
Miranda 
Nioaque 
Nova Alvorada do Sul 
Nova Andradina 
Paranaíba 
Paraíso das Águas

Porto Murtinho 
Ribas do Rio Pardo 
Rio Negro 
Rio Verde de Mato Grosso 
Rochedo
Santa Rita do Pardo
Selvíria 
Sidrolândia

São Gabriel do Oeste 
Terenos 
Três Lagoas 
Água Clara