teste da semana

Novo Civic, versão Touring, agrada e preço fica em R$ 124 mil

18 OUT 2017 • POR LEANDRO GAMEIRO • 17h42
Civic Touring tem motor 1.5 turbo de 173 cv - Leandro Gameiro/Correio do Estado

O Correio Veículos testou a versão topo de linha do novo Civic, versão Touring, que vem equipado com motor 1.5 turbo de 173 cv. O modelo tem ótimo desempenho e manutenção a preços honestos.

Deve-se afirmar que a nova geração do carro tem um comportamento que impressiona. Nas curvas, por exemplo, ele é digno de elogios graças à suspensão traseira multilink e ao sistema de controle de tração. 

Não é só a mecânica que tem qualidades. O espaço interno é amplo e o porta-malas tem capacidade para 519 litros.

Mas apesar de ser recheado de tecnologias, como câmera de ré e na lateral, que auxilia no ponto cego, sentimos falta do assistente de estacionamento automático, afinal estamos falando de um sedã que parte de R$ 124.900.

Nesse preço, ainda pode haver acréscimos. Sobre as cores, o preço para as metálicas é de R$ 1.200. O branco perolizado fica em  R$ 1.500.

Com esse resumo do Civic Touring feito, é hora de falar sobre o teste. Ficamos 10 dias com o modelo e posso confessar? Ficamos sem vontade de devolver, pois o carro é diferenciado pelo design robusto e inovador, com uma pegada agressiva.

Sim, ele poderia ser mais esportivo, porém a montadora preza pelo conforto juntamente com o desempenho, então o conjunto em si é muito bom.

Não tivemos oportunidade de viajar, mas mesmo assim andamos pelo anel rodoviário de Campo Grande, que dá cerca de 50 km, totalizando 250 quilômetros de teste entre cidade e rodo anel.

O "Civicão" fez uma média bastante razoável, de 11,5 km/l com gasolina. Na parte da estrada, ele chegou a marcar 15 km/l. Pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), ele tem nota A em consumo.

Além de econômico, o novo Civic oferece um bom nível de equipamentos. São seis airbags, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, ar-condicionado digital, freio de estacionamento eletrônico, controle de cruzeiro e volante multifuncional com alertas para simular as trocas de marchas.

O pacote ainda inclui teto solar elétrico, sistema de partida por botão no painel e na chave de longa distância, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, faróis full led, sensor de chuva e retrovisor interno fotocrômico.

Os bancos são revestidos em couro, mas com ajuste elétrico somente para o motorista, uma pena já que nessa faixa de valor tem os alemães que não ficam para trás: VW, Audi, BMW, Mercedes e as americanas Ford e Chevrolet.

O Corolla é concorrente do Civic, mas até a versão EXL, que é a top com motor 2.0 de 155cv e sai por R$ 104.900.

Já que estamos falando das outras versões, a mais em conta é a Sport, que parte de R$ 87.900 com câmbio manual. Já com câmbio CVT, o preço é de R$ 94.900. A versão intermediária sai por R$ 98.400.

Vale lembrar que os valores sobem conforme a cor escolhida. E, claro, se você está procurando um sedã, vale a pena ver todos os concorrentes. Não deixem de nos acompanhar pelo Instagram @correioveiculos.