FORÇAS ARMADAS

Exército Brasileiro comemora fim da Missão das Nações Unidas do Haiti

Mais de 37 mil militares brasileiros estiveram no Haiti desde 2004

6 OUT 2017 • POR BÁRBARA CAVALCANTI • 09h24
Solenidade teve participação de militares da ativa, da reserva e ex-integrantes da Força de Paz - Bruno Henrique / Correio do Estado

Para comemorar o fim da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), o Comando Militar do Oeste (CMO) realizou hoje (6) solenidade de encerramento em Campo Grande.

A missão foi a maior e mais longa participação do Brasil em uma tarefa de manutenção de paz no exterior. Mais de 37 mil militares brasileiros estiveram no Haiti desde 2004 e desempenharam atividades com foco em criar e manter um ambiente seguro e estável no país, de acordo com as informações militares.  

O CMO enviou três contingentes, um Batalhão de Infantaria, um Esquadrão de Cavalaria e uma Companha de Engenharia nos anos 2006, 2010 e 2013.  

As últimas equipes brasileiras retornaram entre os dias 10 e 17 de setembro. Está marcada para o dia 15 de outubro a entrega oficial da base do contingente brasileiro à Organização das Nações Unidas.  

Participaram da solenidade hoje militares da ativa, da reserva e ex-integrantes da Força de Paz do Haiti.