sem crise

Honda melhora conteúdo e faz pequenas mudanças no Fit para 2018

30 SET 2017 • POR DA REDAÇÃO • 07h15
Interior do Hond Fit 2018 - Caio Mattos/Divulgação

A Honda não é, definitivamente, uma das vítimas da atual crise do mercado brasileiro de automóveis.

A marca vende tudo que produz na fábrica de Sumaré e não precisa seguir a prática de bonificações ou descontos para emplacar seus modelos.

Mesmo assim, olha com desconfiança as previsões mais otimistas sobre o futuro imediato do mercado. Por isso, não se acomodou e tratou de atualizar o compacto Fit para 2018, injetando equipamentos e reorganizando a gama.

Incrementou a linha com uma nova distribuição de equipamentos e criou uma nova versão, a Personal, dirigida para pessoas com deficiência, que têm direito a isenção de impostos.

As diferenças visuais ficam na mudança da grade e nas lanternas em led, para todas as versões. Outra modificação foi nos para-choques, que ficaram mais robustos.

No total, o Fit 2018 é 9,8 cm maior, sendo 8 cm no aumento do para-choque traseiro, que ficou mais projetado para proteger a tampa traseira de mossas em pequenas colisões em manobras de estacionamento.

Na parte de auxílio eletrônico à condução, todas as versões agora têm controle de estabilidade e tração, auxílio de partida em rampa, acionamento automático do pisca-alerta em caso de freadas bruscas e limpadores de para-brisa mais eficientes – chamados de flat blade.

*Leia reportagem no suplemento Correio Veículos na edição de sábado/domingo do jornal Correio do Estado.