Ação civil pede suspensão do concurso do INSS

DA REDAÇÃO16 de Janeiro de 2012 | 17h03

Uma ação civil pública (ACP) impetrada nessa quarta-feira (11) pede a suspensão do concurso aberto recentemente pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para os cargos de Analista e Técnico do Seguro Social.

A ACP também pede a nomeação dos 1.500 aprovados no último certame, realizado em 2009, e a manutenção do concurso já aberto para o cargo de médico perito. A ação ainda será julgada pela Justiça Federal de Sergipe e poderá ser válida para todo o país.

A Defensoria Pública da União em Sergipe (DPU/SE), autora da ACP, alega que o órgão deve convocar os aprovados no último concurso em vez de realizar outro, que custará dinheiro público e poderá prejudicar quem já aguarda pela vaga. Ainda segundo a DPU/SE, a nova seleção fere os princípios da eficiência e da economia, que devem nortear a administração pública.

O certame de 2009 tinha validade de dois anos e, de acordo com o edital, já teria acabado sua validade. Mas, uma decisão judicial obrigou o órgão a prorrogá-lo por mais dois anos devido à carência de funcionários. O INSS recorreu da decisão, que será novamente julgada pela Justiça Federal.

“No caso em tela, o INSS, portanto, não poderia ter aberto novo certame para preencher vagas destinadas ao concurso anterior, sendo que os candidatos aprovados, diante da existência de tais vagas, detêm direito subjetivo à nomeação, especialmente porque foram abertas as mesmas vagas do concurso anterior”, argumentam os defensores públicos federais Raimundo Costa Coelho Filho e Lafaiete Reis Franco, responsáveis pelo caso.

Comentários
Mais de EconomiaCom tecnologia digital, nova linha de caminhões da Volvo encara qualquer tipo de pistaNova LinhaCom tecnologia digital, nova linha de caminhões da Volvo encara qualquer tipo de pistarisco de acidentesVolkswagen faz recall do Jetta por falha no eixo dianteiro A Volkswagen no Brasil  anunciou, nesta sexta-feira (24), um recall de 31.894 unidades do Jetta 2.0 Flex, ano e modelo...SPCQueda da inadimplência é maior entre 18 e 24 anos Dados divulgados na quinta-feira (23), pelo SPC Brasil revelam que a faixa etária entre 18 e 24 anos foi a única...Quase 400 mil empresas podem ser excluídas do Simples no ano que vemReceita FederalQuase 400 mil empresas podem ser excluídas do Simples no ano que vem
 Últimas Notícias  


  • Assinaturas:
    • (67) 3323-6100
  • Publicidade:
    • (67) 3320-0023
    • (67) 3323-6090
  • Empresa:
    • (67) 3323-6090
    • (67) 3323-6059
 Plataforma Desenvolvimento© Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.