Domingo, 04 de Dezembro de 2016

COMANDO NOVO

Técnico Jorginho deixa o comando
do Vasco depois do acesso

28 NOV 2016Por FOLHAPRESS21h:00

Após obter o acesso à Série A com a vitória por 2 a 1 sobre o Ceará, o técnico Jorginho se reuniu com a diretoria nesta segunda-feira (28) em São Januário e deixou o comando da equipe.

Após oficializar a saída do técnico, o presidente do Vasco, Eurico Miranda, demonstrou sua tradicional língua afiada e disparou para todos os lados. Em tom de ameaça, ele deixou claro que outras mudanças podem acontecer além da comissão técnica:

"Ninguém está imune a minha reformulação. Nem os outros profissionais, nem jogador... Ninguém está imune. Ninguém está com estabilidade".

Embora tenha falado em "reformulação no departamento de futebol", ele bancou seu filho Eurico Brandão, o Euriquinho, na gestão do setor e disparou contra o ex-atacante e hoje comentarista Edmundo.

"Esse Edmundo... Até hoje eu pago ele o que os outros não pagaram. Ele que não se arvore de falar um monte de baboseira que ele fala. Acho que pago para ele por mês mais do que ele ganha na Fox Sports. E não fui eu que fiz a dívida", declarou.

Sobre o filho, Eurico deixou claro que não há chances dele ter seus poderes cortados no futebol:
"O meu filho continua sendo meu representante no futebol. Isso não adianta de conversa fiada para lá e para cá. Ele continua".

O presidente vascaíno ainda fez questão de enaltecer o trabalho realizado por Brandão e por Álvaro, o outro filho que é gerente da base.

"Eles são absolutamente competentes. Um é benemérito do Vasco e o outro está na base. Façam uma pesquisa. Todos os jogadores de sucesso na base fazem referência a esse meu filho. Philippe Coutinho, Alex Teixeira, Souza, o Thalles agora... São meninos que vieram pra cá com 11, 12 anos, trazidos pelo meu filho. É complicado me atingir e querem atingir meus filhos? Não é justo, mas estou habituado com as injustiças", declarou.

O nome mais forte nos corredores de São Januário é o de Cristóvão Borges, que trabalhou no clube entre 2011 e 2012. Uma corrente do clube também faz lobby por Vanderlei Luxemburgo.

Jorginho, que chegou ao Vasco no fim de 2015, já havia deixado seu futuro incerto na entrevista coletiva que concedeu após a vitória por 2 a 1 sobre o Ceará, no último domingo, no Maracanã. O treinador também levará seus auxiliares Zinho e Joelton Urtiga.

Leia Também