Sábado, 25 de Março de 2017

FUTEBOL

SP x Cruzeiro, Inter x Corinthians ... sorteio define a 4ª fase da Copa do Brasil

17 MAR 2017Por GLOBO ESPORTE17h:30

Foram definidos nesta quarta-feira os confrontos da 4ª fase da Copa do Brasil, em sorteio realizado na sede da CBF, no Rio de Janeiro. Dos cinco duelos, apenas um terá dois times da Série A do Campeonato Brasileiro: em reedição da final de 2000, o São Paulo abre o confronto contra o Cruzeiro em casa e decide a vaga em Minas Gerais. 

Finalistas em 2009, Corinthians e Inter se encontram novamente. O Timão recebe o clube gaúcho no jogo de ida e define um lugar nas oitavas no Itaquerão. Nos demais duelos, o Fluminense encara o Goiás, o Sport pega o Joinville, e o Vitória enfrenta o vencedor de Asa e Paraná, que se enfrentam dia 06/04. As partidas de ida serão nos dias 05/04 ou 12/04, enquanto os jogos de volta serão 12/04 ou 19/04.

Confira os confrontos*:

Sport x Joinville
Vitória x Asa ou Paraná
Goiás x Fluminense
Internacional x Corinthians 
São Paulo x Cruzeiro
*Os times da esquerda abrem o confronto em casa

- Essa fase vai pegar fogo. Clubes de muita força, muita camisa. Esses confrontos serão pedreira para os dois lados, não há favoritos. A Copa do Brasil é isso, essa competição emocionante que sempre acompanhamos todos os anos. Ocorreu tudo bem no sorteio. Vamos torcer para que sejam confrontos excelentes, que tudo seja vencido na bola para engrandecer ainda mais a Copa do Brasil - disse Manoel Flores, diretor de competições da CBF.

Times da Libertadores e campeões de torneios regionais e da série B entram nas oitavas

Os cinco times que passarem pela 4ª fase avançarão para as oitavas de final. Lá eles encontrarão outros 11 clubes: os oito participantes da Libertadores 2017 (Atlético-MG, Atlético-PR, Botafogo, Chapecoense, Flamengo, Grêmio, Palmeiras e Santos), o campeão da Copa do Nordeste de 2016 (Santa Cruz), o campeão da Copa Verde de 2016: (Paysandu) e o campeão da Série B de 2016 (Atlético-GO).

- Isso não é garantia nenhuma de chegar à decisão. Desde que a gente implementou, faz três anos, esse gatilho de entrada na frente, duas foram vencidas por clubes que começaram lá atrás. Representa uma vantagem sim, mas não é garantia de título, como foi comprovado nos últimos anos - completou Manoel Flores.

Leia Também