Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Brasileirão

São Paulo vira sobre o Fluminense e se afasta de degola

18 OUT 2016Por FOLHAPRESS07h:42

O São Paulo venceu uma partida de extrema importância no Brasileiro. Contra o Fluminense, que briga pelo G6, e fora de casa, o clube conseguiu uma virada por 2 a 1 e respira aliviado.

O resultado foi essencial para o time se desgrudar da zona de rebaixamento. Os três pontos levaram o São Paulo ao 12º lugar com 39 pontos, a quatro da zona do rebaixamento. Já o Flu fica na nona colocação, com 46.

Pressionado, o técnico Ricardo Gomes mexeu no esquema tático. Ele formou um 4-2-3-1, com Wesley e João Schmidt recuados. À frente, Cueva aberto pela direita, Robson no meio e Thiago Mendes pela esquerda.

Os paulistas tentavam se fechar na descida do Fluminense e apostar no contra-ataque. Depois, o time começou a ter mais posse de bola e a sofrer com contragolpes do rival, que abriu o placar graças à velocidade.

O atacante Wellington saiu da defesa, carregou a bola até o ataque e só foi parado por Denis, sendo anotado o pênalti. O próprio Wellington cobrou e fez o gol aos 31 min, coroando a bela jogada.

Abatido, o São Paulo errava muitos passes e tinha dificuldades para criar jogadas perigosas. Cueva, principal criador do time, não acertava nada, mas teve a única e grande oportunidade para empatar o duelo. Aos 39 min, ele finalizou e a bola bateu na trave direita do goleiro.

Na segunda etapa, o Flu assustou aos 8 min com uma bola no travessão de Gustavo Scarpa. O time da casa teve mais uma chegada de perigo e, depois, só deu São Paulo.

Ricardo Gomes colocou o time totalmente para frente com duas mudanças essenciais: as entradas de David Neres e Pedro Bortoluzo. Mais especialmente, a do primeiro.

Os meninos deram um gás novo para a equipe e o São Paulo começou uma reação incrível. Aos 26 min, Thiago Mendes empatou a partida aproveitando falha de Gum.

Com o gol, o clube visitante cresceu e acuou totalmente os cariocas, que não conseguiam jogar. A insistência surtiu efeito aos 36min, quando Rodrigo Caio marcou o gol da virada. O zagueiro foi até o banco, abraçou Ricardo Gomes e disse: "é para você, professor".

Superior, o time paulista conseguiu segurar o adversário bem até os minutos finais e comemorou a vitória como se fosse uma decisão de campeonato.

Leia Também