Sábado, 10 de Dezembro de 2016

F1

Rosberg marca Hamilton, chega em 2º em Abu Dhabi e é campeão mundial

27 NOV 2016Por GLOBOESPORTE.COM12h:47

Nico Rosberg nunca foi considerado garoto-prodígio, gênio ou fora de série. Nunca foi tão badalado quanto seus contemporâneos Lewis Hamilton, Fernando Alonso e Sebastian Vettel. Mas aos 31 anos, colocou o nome ao lado deles, no hall dos campeões mundiais de Fórmula 1. A taça veio no  GP de Abu Dhabi deste domingo que parecia mais um jogo de xadrez que uma corrida. Rosberg precisava apenas chegar em terceiro para levar o titulo inédito, missão não muito difícil dada a superioridade dos carros da Mercedes.

Mas Hamilton deu contornos de tensão e emoção à última prova da temporada. Pole position, o tricampeão segurou o ritmo propositalmente para permitir a aproximação de Rosberg e de outros pilotos. A tática, por pouco não funcionou. Hamilton venceu a prova, mas Nico mostrou frieza suficiente para se manter em segundo, mesmo com Sebastian Vettel, da Ferrari, e de Max Verstappen, da RBR, em seus retrovisores. O resultado foi suficiente para o alemão levar o título. O piloto, cujo pai é Keke Rosberg, torna-se o segundo filho de campeão a também ser campeão, repetindo os feitos de Damon Hill e Graham Hill.

A corrida marcou também a despedida de Felipe Massa da Fórmula 1. Depois de uma semana de homenagens, o brasileiro deu adeus à categoria marcando pontos, com um nono lugar, depois de largar na 10ª posição. Outro que também fez seu último GP foi Jenson Button. O britânico, porém, despediu-se de forma melancólica, com uma quebra de suspensão após atacar uma zebra. Sem lugar garantido no grid de 2017, Felipe Nasr não pôde fazer muita coisa devido às limitações do carro da Sauber e encerrou o ano com uma 16ª colocação.

Leia Também