Sexta, 02 de Dezembro de 2016

Corinthians

Recém-chegado, Oswaldo já tem desafio de fazer algo que Tite não conseguiu

17 OUT 2016Por FOLHAPRESS11h:19

Depois de reestrear com vitória no Corinthians, diante do lanterna América-MG, em jogo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Oswaldo de Oliveira já vai encarar o desafio de tentar fazer algo que Tite não conseguiu no clube: levar a equipe à semifinal da Copa do Brasil.

O Corinthians precisa de um empate contra o Cruzeiro, no Mineirão, na próxima quarta-feira (19), para avançar à próxima fase do torneio. Na ida, em São Paulo, o time paulista bateu o adversário por 2 a 1 -com Fábio Carille no comando.

"A Copa do Brasil é uma situação completamente diferente. Temos um intervalo muito curto de recuperação. É a viagem e um adversário que precisa reverter um marcador adverso. São ingredientes suficientes para dificultar a partida. Nós vamos dar muita atenção à recuperação dos jogadores para nós conseguirmos voltar classificados", afirmou Oswaldo neste domingo (16).

Embora já tenha conquistado a Copa do Brasil em três oportunidades (1995, 2002 e 2009) e chegado a outras duas finais (2001 e 2008), o time alvinegro não consegue passar das quartas de final há sete anos, quando se sagrou campeão da competição pela última vez, com Ronaldo no elenco e Mano Menezes de treinador

De 2010 a 2012, o Corinthians não disputou a Copa do Brasil por estar na Libertadores. Com a mudança de regulamento, a equipe voltou a jogar o torneio em 2013 e, desde então, o desempenho deixa a desejar.
Naquele ano, ainda sob o comando de Tite, o clube foi eliminado nas quartas de final pelo Grêmio nos pênaltis -disputa que ficou marcada pela polêmica cobrança de Alexandre Pato. Por causa da batida, o clima ficou insustentável para o atacante no clube e, meses depois, ele foi envolvido em uma troca com Jadson, até então, atleta do São Paulo. Após muitas especulações, Pato se transferiu em definitivo para o Villarreal na atual temporada.

Já em 2014, com Mano Menezes no comando e Guerrero em grande fase, o Corinthians fez 2 a 0 no Atlético-MG de Levir Culpi em Itaquera. Na volta, no Mineirão, o peruano chegou a colocar o time paulista em vantagem, mas a equipe levou a virada, perdeu por 4 a 1 e deu adeus ao torneio novamente nas quartas de final. O Atlético-MG ainda conquistaria o título sobre o arquirrival Cruzeiro.

Curiosamente, em 2016, Mano, Mineirão e Corinthians voltam a se reencontrar nas quartas de final da Copa do Brasil. No entanto, o técnico gaúcho agora dirige o Cruzeiro.

No ano passado, novamente com Tite, o Corinthians foi campeão do Brasileiro com sobras, mas, na Copa do Brasil, o time não foi além das oitavas de final. Na oportunidade, a equipe foi derrotada duas vezes pelo Santos (2 a 0 e 1 a 2).

Para evitar um novo tropeço e chegar às semifinais da competição, Oswaldo aposta no equilíbrio coletivo, apesar de estar há pouco tempo à frente do elenco.

"Tinha muita esta preocupação com o equilíbrio coletivo. Enfatizei bastante isso nas nossas reuniões e treinamentos. O jogador precisa ser participativo e colaborador. E eu vi isso em todos os jogadores em todos os minutos [no domingo contra o América-MG]. Isso me deixa particularmente muito feliz", finalizou o treinador.

Leia Também