Sábado, 10 de Dezembro de 2016

W.O.

Presidente avisa: Atlético-MG não vai entrar em campo contra Chapecoense

1 DEZ 2016Por GLOBOESPORTE.COM12h:16

Desde a tragédia envolvendo o avião da Chapecoense, na madrugada da última terça-feira, algumas dúvidas em relação ao calendário da equipe catarinense apareceram. Como será definida a Sul-Americana? O que ficará decidido sobre o último jogo do time no Brasileirão, contra o Atlético-MG? O último ponto está decidido: o Galo não vai jogar. O presidente do clube mineiro, Daniel Nepomuceno, fez um pronunciamento oficial nesta quinta, na Cidade do Galo, para avisar que a delegação atleticana não vai viajar para Chapecó, mesmo sabendo que o clube deve, com isso, perder os três pontos.

- Vim aqui somente informar que o Atlético não irá jogar contra a Chapecoense, não irá para Chapecó jogar a ultima partida. A gente acredita no esporte, respeita a dor, não é o momento de cobrar de jogador nenhum a essência do esporte. Já comuniquei à CBF. Conversei com o presidente da CBF, Marco Polo, que concordou. Nessa partida, o Atlético não irá. Provavelmente, a maior punição é a perda dos três pontos. Isso não altera nada. É o mínimo que tem que ter pelos familiares, pela cidade e pelo país que está sofrendo com isso. Muito obrigado e bom dia à todos.

A posição do presidente é semelhante ao que os jogadores do Galo pensam. O zagueiro Gabriel lamentou bastante a tragédia e não vê clima algum para poder jogar na Arena Condá, em Chapecó.

Infelizmente aconteceu essa tragédia. Nós (jogadores) conversamos e pedimos pra que não houvesse esse jogo. Não tem clima pra jogo, pra comemoração, pra festa. Foi uma tragédia, a gente fica muito triste com isso. O presidente tomou uma decisão muito acertada. A CBF tem que entender, não tem como. Chegar em uma cidade depois de uma tragédia dessa. É muita tristeza, Não tem clima pra comemorar gol, entrar no estádio. Creio que a CBF vai entender o que o Atlético está pensando. É uma decisão muito importante que o presidente tomou.

O Atlético-MG já tem situação definida no Brasileirão. Independente do resultado contra a Chape, vai terminar a competição em quarto lugar. A Chapecoense também iria cumprir tabela na última rodada, já que não tem mais chances de terminar no G-6 e já se livrou matematicamente do rebaixamento.

Com a decisão da diretoria atleticana, resta apenas um jogo para o Galo fechar a temporada: a finalíssima da Copa do Brasil, contra o Grêmio, na próxima quarta-feira, na Arena do Grêmio. Diogo Giacomini, treinador interino do clube, segue comandando atividades no CT atleticano e preparando o time para a decisão. Na ida, o Atlético-MG foi derrotado por 3 a 1, no Mineirão.

Leia Também