Sexta, 24 de Novembro de 2017

Futebol

Inter faz limpa e alivia folha em mais de R$ 1,2 milhão com saída de medalhões

14 MAR 2017Por Globoesporte.com13h:15

A mudança de fotografia do grupo principal do Inter não para. Ariel foi o mais recente jogador a deixar o Beira-Rio, ao acertar seu retorno ao Barcelona, do Equador, na semana passada. A saída do centroavante aumenta a lista dos medalhões que mudaram de rumo após o rebaixamento à Série B e aliviaram a folha salarial em mais de R$ 1,2 milhão.

Antes dele, Vitinho (que retornou ao CSKA, da Rússia), Alex (que rescindiu contrato) e Anderson (emprestado ao Coritiba) já haviam deixado o clube. Destes, apenas Anderson continua com metade dos vencimentos pagos pelo clube gaúcho.

O quarteto pertencia a um grupo dos principais salários do Beira-Rio. Entretanto, não foram os únicos a trocar de endereço. No total, 26 jogadores receberam novos destinos, seja pelo fim de contrato, seja por rescisão ou empréstimos, como os casos de Fernando Bob, Geferson, Alan Costa, Artur e Marquinhos – todos presentes na campanha do Brasileirão do ano passado.

A ideia da direção colorada é prosseguir com a renovação do grupo. Nomes como Muriel, Cláudio Winck e Bruno Baio estão fora dos planos. E, mesmo atletas que estão no grupo de Antônio Carlos Zago, como Marcelo Lomba, Eduardo, Fabinho, Andrigo, Gustavo Ferrareis, Eduardo Henrique, podem sair. Eduardo e Andrigo, por exemplo, estão na mira do Juventude.

As saídas abrem margem financeira para o clube contratar. Neste ano, além do retorno de D'Alessandro, o Inter trouxe Alemão, Neris, Klaus, Victor Cuesta, Uendel, Carlinhos, Roberson, Carlos e William Pottker. Este último, todavia, só se apresenta após o término da participação da Ponte Preta no Campeonato Paulista.

 

Leia Também