Segunda, 26 de Setembro de 2016

Brasileirão

Heber será julgado por empurrão em Dudu; pena vai de 15 dias a seis meses

21 SET 2016Por G111h:06

O árbitro Heber Roberto Lopes será julgado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pelo empurrão que deu no atacante Dudu, do Palmeiras, no clássico entre o clube alviverde e o Corinthians, sábado, pelo Campeonato Brasileiro. O apitador, irritado com a reclamação do jogador, levou o braço à altura do peito do atleta e o afastou (confira na imagem acima).

A Procuradoria do STJD decidiu oferecer denúncia contra o árbitro depois de analisar imagens do lance e entender que ele usou força excessiva para manter livre sua área de atuação. Ele foi incurso no artigo 273 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) - que fala sobre "praticar atos com excesso ou abuso de autoridade". Se for punido, ele pode pegar suspensão de 15 dias a seis meses - além de multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

O texto do artigo diz que cabe ao órgão trocar a suspensão por advertência se considerar que a infração foi de pequena gravidade. Ainda não há data para o julgamento.

Corinthians julgado por confusão

O STJD também confirmou, em nota, que denunciou o Corinthians pela confusão envolvendo torcedores e o policiamento na Arena. O clube será julgado nos artigos 191, inciso III (deixar de cumprir o regulamento geral), 213, inciso I (deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens) e 211 (deixar de manter o local que tenha indicado para realização do evento com infra-estrutura necessária a assegurar plena garantia e segurança para sua realização). O clube, se punido, pode ter perda de até dez mandos de campo.

Provisoriamente, a Área Norte do estádio foi interditada pelo STJD. A decisão já vale para a partida diante do Fluminense, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Leia Também