Domingo, 25 de Setembro de 2016

SANTOS

Dorival afasta o próprio auxiliar do Santos por crise interna

21 SET 2016Por FOLHAPRESS22h:00

Marcelo Fernandes, técnico campeão paulista pelo Santos em 2015 e auxiliar de Dorival Júnior, foi afastado do elenco profissional. A informação foi divulgada pela Rádio 105 FM e confirmada pelo UOL Esporte. O motivo foi uma crise com o próprio Dorival.

O comandante santista convocou Marcelo Fernandes para uma reunião no último sábado, no CT Rei Pelé, e fez o aviso pessoalmente. Dorival alegou que o relacionamento entre eles não era bom, que já não falavam a mesma língua.

A diretoria santista já conversou com Marcelo Fernandes, acalmou o técnico campeão paulista de 2015, mas não informou qual será o futuro do auxiliar.

Segundo apurou o UOL, Marcelo Fernandes está abalado com a decisão de Dorival Júnior e, inclusive, deixou o CT Rei Pelé chorando no último sábado.

Grande parte do elenco se compadeceu pelo auxiliar, que sempre teve boa reputação no elenco santista.

Marcelo Fernandes sempre foi reservado. Desde a chegada de Dorival Júnior, o auxiliar tomou a postura de ficar no ostracismo. Ele, inclusive, recusou diversos pedidos de entrevistas exclusivas ao UOL alegando que o "momento" não era mais dele no clube e, sim, de Dorival. Fernandes não foi encontrado para falar sobre o afastamento.

O Santos divulgou nota oficial para confirmar o afastamento de Marcelo Fernandes do departamento de futebol, mas não falou sobre o desentendimento com Dorival Júnior.

"O auxiliar técnico Marcelo Fernandes não faz mais parte do Departamento de Futebol Profissional do Santos FC. Campeão Paulista em 2015 como treinador, Marcelo, que está no clube desde 2011 na função de auxiliar, foi convidado a integrar o projeto de parceria entre o Santos e o futebol da China, assinado recentemente. A ideia do projeto é lançar escolas de futebol do Peixe na Ásia, além de criar uma troca frequente de experiências e metodologias de trabalho entre os dois países por meio do Santos Futebol Clube. Marcelo foi escolhido, pois a diretoria do Santos acredita que ele tem perfil, potencial e a experiência necessárias para desenvolver este importante trabalho", explica a nota.

Leia Também