Sábado, 19 de Agosto de 2017

Voleibol

CBV marca coletiva para anunciar futuro de Bernardinho na seleção

Após meses de espera, técnico define caminho a seguir; tendência é saída do cargo

11 JAN 2017Por Globo Esporte13h:20

Bernardinho definiu seu futuro em relação à seleção. Depois de meses de espera, o treinador teve uma série de reuniões com a direção da Confederação Brasileira de Vôlei nas últimas semanas e, na noite de terça-feira, definiu seu futuro. Nesta quarta-feira, haverá uma coletiva de imprensa para divulgar a decisão. A tendência é que Bernardinho anuncie a saída do cargo que ocupa há quase 16 anos. Bicampeão olímpico, um dos maiores técnicos da história do vôlei mundial conquistou o histórico ouro nos Jogos do Rio, no ano passado.

"A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) convida os jornalistas para a coletiva de imprensa onde será anunciado o nome do treinador da seleção masculina para este próximo ciclo olímpico", disse a CBV, em nota.

Bernardinho chegou à seleção em 2001, às vésperas da Liga Mundial daquele ano – da qual sairia campeão. Estreou no dia 4 de maio, contra a Noruega, em amistoso disputado em Portugal, como parte da preparação para o torneio. Nos últimos 15 anos, somou mais de 30 conquistas à frente da equipe. Foram dois ouros olímpicos (2004 e 2016), duas pratas (2008 e 2012) e três títulos mundiais (2002, 2006 e 2010), além de oito Ligas Mundiais. Antes, com a seleção feminina, conquistou dois bronzes olímpicos, nos Jogos de Atlanta, em 1996, e de Sydney, em 2000.

Nos últimos anos, o técnico deixou claro que estava próximo de deixar o cargo. Também à frente do Rio de Janeiro, clube mais vitorioso do país, Bernardinho sentia falta do convívio com a família. O ouro nos Jogos do Rio, porém, deixou o treinador indeciso. Não se sentia pronto para se afastar do trabalho de uma vida. Nos últimos meses, tentou fazer com que a CBV aceitasse a ideia de assumir um cargo diferente, coordenando a seleção, com Rubinho, seu auxiliar, à frente da equipe.

A ideia, porém, não agradou à CBV. Não queria abrir mão do técnico à beira da quadra. Depois de meses de conversa, a resposta definitiva sairá nesta quarta-feira.

Leia Também