Sábado, 24 de Junho de 2017

série d

Árbitro relata ofensas de comissão técnica e diretor do Comercial após derrota

19 JUN 2017Por JONES MÁRIO19h:13

O árbitro André Rodrigo Rocha, de Tocantins, relatou ofensas e reclamações da comissão técnica e diretoria do Comercial após a derrota para o Anápolis-GO por 3 a 2, domingo (18), no Morenão, pelo Campeonato Brasileiro Série D.

Caso o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ofereça denúncia, os responsáveis podem ser suspensos e o clube multado.

Segundo reportou Rocha, o gerente de futebol do Colorado, Paulo Telles, invadiu o campo ao término do jogo e disparou contra a arbitragem. “Vocês estão f... a gente, isto é sacanagem que estão fazendo, por isso que não saem do MS”, escreveu.

O árbitro ainda expulsou o auxiliar técnico Tininho e o preparador de goleiros Ancelmo depois do apito final. O primeiro foi ao gramado e, de acordo com Rocha, disse: “perdemos por culpa de vocês, foi falta no lance do segundo gol”.

O juiz apontou que o segundo também invadiu o campo dizendo: “isso é uma vergonha, vocês meteram a mão em nós, rídiculo, são muito ruim (sic)”.

Telles, Tininho e Ancelmo podem ser enquadrados no artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que dispõe sobre “ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto”.

A pena mínima prevista para atleta, suplente, treinador, médico ou profissional da comissão técnica é de suspensão por quatro partidas e/ou multa de R$ 100 a R$ 100 mil reais.

O Comercial é vice-líder do Grupo 10 da Série D, com 7 pontos, atrás apenas do Ceilândia-DF, que soma 10 pontos.

O clube de Campo Grande encerra a primeira fase no domingo (25), diante do Sinop-MT, no Gigante do Norte, em Sinop (MT). Para avançar a segunda fase sem depender de outros resultados, o Colorado precisa vencer. Já o time de Mato Grosso não tem chances de classificação.

Leia Também