Sábado, 10 de Dezembro de 2016

dívidas dos estados

Securitização volta ao Senado
e MS espera por R$ 350 mi

Valor refere-se ao montante da dívida que Estado poderá 'vender'

29 NOV 2016Por DA REDAÇÃO04h:00

Em busca de recursos, os governadores pressionam seus senadores a votarem, nesta semana, a securitização das dívidas dos Estados, que hoje giram em torno de R$ 600 bilhões.

Caso seja aprovada, o Mato Grosso do Sul poderá negociar R$ 350 milhões da dívida total estimada de R$ 5 bilhões que os contribuintes sul-mato-grossenses têm com o Estado.

Embora o valor do débito dos contribuintes seja elevado, só os RS 350 milhões - que corresponde 7% do total - é considerado recebível e atrairia investidores, por serem mais fáceis de receber.

A proposta é uma forma de levantar recursos para cobrir o deficit bilionário dos Estados -que vem se agravando com a queda de arrecadação provocada pela recessão.

O projeto prevê que as dívidas sejam transferidas para uma empresa securitizadora, que converterá os valores em títulos a serem negociados no mercado.

*Leia reportagem, de Rosana Siqueira, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também