Quarta, 22 de Novembro de 2017

CAMPO GRANDE

Refis rende R$ 27 mi e prefeitura
inicia a venda da folha

Volume corresponde a média de R$ 903 mil/dia

2 NOV 2017Por DA REDAÇÃO05h:00

A Prefeitura de Campo Grande encerrou a primeira etapa do Programa de Pagamento Incentivado (PPI), conhecido como Refis, com um total de R$ 27,1 milhões arrecadados.

O volume corresponde a uma média de R$ 903,4 mil renegociados por dia no município, recurso que deverá ajudar, ao lado de outras ações como a venda antecipada da folha, a arrecadar recursos para garantir o 13º salário dos servidores municipais.

De acordo com dados da prefeitura, no primeiro mês, 25.286 contribuintes procuraram a  central de atendimento para negociar seus débitos.

O montante superou a expectativa inicial da prefeitura, que era de R$ 10 milhões na primeira etapa. Somente na terça-feira, último dia para descontos de até 90%, foram atendidos 2.966 pessoas, que renegociaram em torno de R$ 11,4 milhões em dívidas – até segunda-feira, o valor negociado era de R$ 15,7 milhões, aproximadamente.

O programa de refinanciamento segue até o dia 30 deste mês. Nesta segunda etapa, os descontos serão de até 85% nos juros e na correção para pagamento à vista e 75% nas multas das dívidas tributárias e multas com o município. Exceção para multas de trânsito.

Quem optar pelo pagamento parcelado terá desconto de 70% nos juros e na correção monetária em 6 vezes e 25% nos juros e na correção monetária em 12 vezes. Multas não serão parceladas.

Paralelamente ao início da segunda etapa do Refis, foi publicado ontem, no Diário Oficial, aviso de licitação para contratação de instituição financeira pública ou privada para pagamento da folha de servidores públicos municipais de Campo Grande. Para participar, os bancos terão de apresentar uma proposta a partir de R$ 50 milhões.

*Leia reportagem, de Renata Prandini, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também