Sexta, 24 de Novembro de 2017

renegociação

Prefeitura de Campo Grande
fará novo Refis em outubro

Programa vai conceder até 90% de desconto nos juros

20 SET 2017Por DA REDAÇÃO06h:30

A Prefeitura de Campo Grande prepara, já para esta semana, projeto de lei para a realização de nova edição do Programa de Refinanciamento de Dívidas (Refis) deste ano.

A medida, segundo o secretário municipal de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, visa garantir caixa para o fim de ano. A previsão é de que o programa se inicie em outubro.

“A situação financeira de Campo Grande praticamente não teve nenhum alívio. Embora a prefeitura esteja apertando muito a arrecadação, com protestos de tributos municipais que resultaram no aumento da receita própria, a receita que vem de outros entes da federação tem caído. Então, para que a gente consiga chegar ao fim do ano com caixa, é necessário esse impulso adicional”, destacou.

Esta será, pelo menos, a terceira ação da administração municipal para aumentar a arrecadação neste ano.

A primeira delas foi a de protestos de dívidas da prefeitura, em parceria com cartórios. Em seguida, foi implantado o refinanciamento de dívidas, para que contribuintes com dívidas em atraso pudessem renegociar prazos.

“Agora será o Refis, que prevê descontos nos juros e nas multas. Nós vamos enviar o projeto para a Câmara de Vereadores provavelmente nesta quarta-feira [hoje]. Então, vai ter o processo de tramitação normal, mas vamos tentar aprovar esse projeto em tempo recorde, para que o refis comece a valer em outubro”, explicou o secretário.

*Leia reportagem, de Renata Prandini, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também