Sexta, 24 de Novembro de 2017

Pesquisa

Número de famílias com dívidas ou contas em atraso aumenta em outubro

Principal tipo de dívida dos campo-grandenses é com cartão de crédito e carnês

9 NOV 2017Por GLAUCEA VACCARI17h:45

Número de famílias com dívidas ou contas em atraso aumentou em outubro, em Campo Grande. Conforme dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimpência do Consumidor (PEIC), divulgada hoje pela Fecomércio, índice fechou o mês em 53,8%, pouco acima do registrada em setembro, que foi de 53%.

Confome a pesquisa, 163.403 pessoas declararam estar comprometidas com dívidas e a maior parte dos entrevistados informou que o tempo do comprometimento com as contas é superior a um ano.

O Cartão de crédito continua sendo o principal tipo de endividamento, seguido por carnês, financiamento de carro, financiamento de casa, crédito pessoal, crédito consignado, cheque especial e cheque pré-datado.

Entre as pessoas que endividadas, 89.406 estão com contas em atraso e 53.614 afirmaram que não terão condições de pagar, ficando inadimplentes.

Presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomécio, Edison Araújo, analisou que mesmo com o indicativo de inadimplência, número ainda é positivo quando avaliado com meses anteriores.

“O que percebemos é que a quantidade de pessoas que indicam estar com contas em atraso permaneceu na casa dos 29%, mantendo a queda em relação a agosto, quando se aproximada de 35% das pessoas com contas atrasadas”,  explicou.

Leia Também