Sábado, 23 de Setembro de 2017

ECONOMIA

Litro da gasolina chega perto
dos R$ 4 e reajustes continuam

Levantamento realizado em 24 postos aponta preços que variam de R$ 3,56 a R$ 3,95

9 SET 2017Por Redação06h:00

Repasse da alta tributária sobre os combustíveis e reajustes consecutivos de preços promovidos pela Petrobras ao longo dos últimos dois meses – o mais recente começa a valer neste sábado – contribuíram para elevar o litro da gasolina a patamares próximos dos R$ 4,00 em Campo Grande, nesta segunda quinzena de setembro. 

De acordo com pesquisa realizada nesta sexta-feira pelo Correio do Estado em 24 estabelecimentos da região central e periférica da Capital, abastecer com gasolina pode custar o valor máximo de R$ 3,95 o litro, dependendo do posto escolhido. O preço mínimo apurado foi de R$ 3,56. A variação de preços encontrada entre os locais chega a 10,96%.  

Conforme pesquisou a reportagem, o valor médio da gasolina comercializada em Campo Grande ficou em R$ 3,67, custo 2,80% superior ao verificado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em seu levantamento mais recente, na semana encerrada em 2 de setembro (R$ 3,57). No mesmo período, o maior e menor preço aferidos pela agência em Campo Grande ficaram em, respectivamente, R$ 3,69 e R$ 3,45.

*Reportagem completa de Daniella Arruda está na edição de hoje do Correio do Estado.

Leia Também