Sábado, 10 de Dezembro de 2016

CRUZADA

FCO tem queda de quase 60% nos repasses neste ano a Mato Grosso do Sul

Banco desembolsou R$ 784,9 milhões, 57% do previsto para o Estado

2 DEZ 2016Por DA REDAÇÃO06h:00

A menos de 20 dias úteis para fechar o ano e com R$ 574 milhões em caixa para empréstimos pelo Fundo de Financiamento Constitucional do Centro-Oeste (FCO), o Banco do Brasil fechou ontem termo de cooperação com seis entidades representantes do setor produtivo de Mato Grosso do Sul e anunciou “cruzada” com a meta de atrair novos tomadores de crédito e liberar ao menos R$ 250 milhões em projetos na reta final de 2016.  Além da conjuntura econômica, cenário que segundo o BB pode ter contribuído fortemente para impactar o ritmo da busca por empréstimos, o fator burocracia é apontado principalmente por empresários como o principal impedimento para fazer deslancharem os financiamentos no Estado.

Do montante de R$ 1,358 bilhão disponibilizado pelo banco, apenas 57,7%, o equivalente a R$ 784,9 milhões, foi desembolsado até novembro, conforme dados divulgados ontem pela instituição. O valor é R$ 42,3% inferior ao desembolsado em todo o ano de 2015, de R$ 1,360 bilhão. Já as contratações recuaram 60,1%: são 4.809 projetos financiados neste ano, contra 12.081 no ano passado.

(*) A reportagem, de Renata Prandini, está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também