Sábado, 18 de Novembro de 2017

trabalho

Estado aprova incentivos
fiscais para 12 indústrias

Empresas que conseguiram benefício atuam ou vão atuar em 6 cidades

19 OUT 2017Por DANIELLA ARRUDA05h:00

Doze indústrias com investimentos previstos de mais de meio bilhão de reais tiveram incentivos fiscais aprovados ou prorrogados pelo Fórum Deliberativo do MS-Indústria para instalar ou ampliar operações em Mato Grosso do Sul.

Os empreendimentos devem gerar 832 novos empregos no Estado e são destinados a Campo Grande, Três Lagoas, Paranaíba, Mundo Novo, Nova Andradina e Ponta Porã.

De acordo com resolução publicada ontem no Diário Oficial do Estado, um único empreendimento concentra 61,8% do total de investimentos previstos, de R$ 580,580 milhões: a Usina Coruripe Açúcar e Álcool, que deve investir R$ 358,858 milhões para implantar unidade própria, tem a meta de gerar 335 empregos nesse município. Em troca, vai receber benefício fiscal equivalente a 67% do saldo devedor do ICMS até 2028.  

Também com projeto de instalação aprovado para Paranaíba, a empresa Mani Agroindustrial Ltda. vai receber crédito presumido nas operações de saída do Estado de amendoim bruto e industrializado.

A previsão é de que o empreendimento – uma fábrica de produtos à base de amendoim – receba R$ 28,006 milhões em investimentos e gere 80 empregos. 

IMPLANTAÇÃO

Somente em Três Lagoas, três empresas receberam incentivos fiscais para projetos de implantação no município. Uma fábrica de aparelhos climatizadores, em nome de Ana Claudia Fachini Zaramelo, promete gerar 25 empregos e investir R$ 4,36 milhões no empreendimento. Em troca, receberá benefício fiscal equivalente a 65% do saldo devedor do ICMS. 

A White Martins Gases Industriais Ltda. vai pagar ICMS diferenciado sobre a importação de máquinas e equipamentos. A empresa pretende investir R$ 35,772 milhões em sua fábrica de gases industriais e gerar 140 postos de trabalho.

No caso da fábrica de calçados da World Stamp Colors Ltda. – empreendimento de R$ 4 milhões e 150 empregos previstos –, os benefícios fiscais concedidos são o equivalente a 67% do saldo devedor do ICMS, mais adicional de 23% sobre as operações interestaduais, resultando em um percentual de 90%.

AMPLIAÇÃO

Também em Três Lagoas, tiveram incentivos fiscais prorrogados até 31 de dezembro de 2028 pelo governo do Estado as empresas Akzo Nobel Pulp and Performance Química Ltda. (fábrica de produtos químicos inorgânicos) e Comask Indústria e Comércio Ltda. (industrialização, importação e comercialização de confecções em geral).

Cada uma vai ampliar unidade no município – os investimentos previstos são, respectivamente, de R$ 60 milhões e R$ 2,038 milhões. 

Em Campo Grande, o Fórum do MS-Indústria aprovou a continuidade dos incentivos fiscais para a DR Indústria e Comércio, Importação e Exportação de Alimentos e a Jaspe Argamassas.

O primeiro projeto é para ampliar a fabricação de alimentos dietéticos e complementos alimentares da unidade – os investimentos previstos são de R$ 1,05 milhão, com cinco novos empregos sendo criados (totalizando 65).  A outra empresa vai investir R$ 443,6 mil na fábrica de rejuntes e argamassas. A previsão é de que 18 novos postos de trabalho sejam criados.

Também teve incentivo fiscal prorrogado a Correcta Indústria e Comércio Ltda., em Ponta Porã. A empresa investirá R$ 39,553 milhões na ampliação de sua fábrica de óleos, com a previsão de gerar oito novos empregos (totalizando 115).

Em Nova Andradina, a Eletrocal Indústria e Comércio de Materiais Elétricos Ltda., que trabalha com fabricação de fios, cabos e condutores elétricos isolados, apresentou projeto para ampliação de sua unidade, com investimentos previstos de R$ 40,537 milhões e estimativa de gerar 16 novos empregos e também terá benefícios fiscais prorrogados até 31 de dezembro de 2028.

Já em Mundo Novo, a Nayr Indústria e Comércio Ltda., também contemplada com prorrogação de incentivo fiscal pelo governo do Estado, investirá R$ 5,95 milhões na ampliação de sua unidade de confecção. A projeção é de que a fábrica gere 46 novos postos de trabalho.

Leia Também