Domingo, 25 de Setembro de 2016

CRISE ECONÔMICA

Cofres do governo do Estado têm perdas
de R$ 221 milhões em receita

Governo esperava alta de 3% no FPE, mas houve retração de 1% no ano

22 SET 2016Por DA REDAÇÃO06h:00

A crise que assola o caixa do Governo federal deixa rastros em Mato Grosso do Sul ao ocasionar perdas de pelo menos R$ 221 milhões nos cofres estaduais por causa da redução nos repasses federais e na arrecadação de ICMS com o gás da Bolívia. Este valor é um dos responsáveis pelo déficit nominal de R$ 230 milhões do executivo estadual até o final do mês passado, que pode se agravar se arrecadação federal continuar a cair.

Além da queda na receita, o incremento no valor desembolsado no serviço da dívida com a União e dívidas extras também contribuem para que “o resultado nominal registre o déficit de R$ 230 milhões”, afirmou o secretário adjunto de Governo e Gestão Estratégica (Segov) do Estado, Jader Julianelli.

Na expectativa de receitas, a previsão do Governo do Estado era ter aumento de 3% nos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE), mas ocorreu uma retração de 1,4% até junho, que em agosto estava em 0,69%. 

(*) A reportagem, de Clodoaldo Silva, está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

 

Leia Também