Segunda, 20 de Novembro de 2017

VEÍCULOS

Carnês do IPVA devem ficar
até 15% mais caros no Estado

Alta ocorre por valorização de alguns modelos

15 NOV 2017Por DA REDAÇÃO05h:00

Decreto publicado ontem pelo governo do Estado manteve inalterados os porcentuais de cálculo do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em relação ao ano passado.

Mesmo assim, quem tem veículos usados em Mato Grosso do Sul deve preparar o bolso para pagar mais caro pelo imposto veicular em 2018.

Pesquisa realizada pelo Correio do Estado com 10 modelos de carros mais vendidos no mercado estadual aponta que os valores venais dos veículos não têm acompanhado a lógica de depreciação anual nem as canetadas oficiais: dependendo da marca e do modelo, os aumentos chegam a 15%, quase seis vezes mais que o índice de inflação oficial medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no País, nos últimos 12 meses, de 2,70%. 

Para fazer o levantamento, a reportagem comparou os valores venais de modelos de carros fabricados em 2016 e que estão entre os mais vendidos neste ano, para verificar as variações do IPVA.

Foram consideradas as tabelas publicadas nas edições do Diário Oficial de 23 de novembro do ano passado e a mais recente, em que constam os valores de referência, usados pelo governo na cobrança do imposto.

Dos dez veículos analisados, todos apresentaram aumento, nove deles acima do índice de inflação. 

A maior alta entre os modelos consultados foi a do Volkswagen Fox CL MBV. No IPVA deste ano, o valor venal era de R$ 39.689,00 e o IPVA de R$ 1.389,11.

Pelo comparativo das tabelas, esse veículo teve valorização de 15,09%, indo para R$ 45.679,00; com a alíquota mantida em 3,5%, o contribuinte pagará R$ 1.598,76.

*Leia reportagem, de Daniella Arruda, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Leia Também