Sábado, 21 de Outubro de 2017

REAJUSTE

Alta no preço do diesel faz frete ficar
até 12% mais caro no Estado

Petrobras autoriza 2º alta do combustível em 30 dias que será de 3,8% na bomba

7 JAN 2017Por PAULA VITORINO04h:00

O frete em Mato Grosso do Sul vai ficar entre 7% e 12% mais caro a partir da próxima semana, de acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística do Estado (Setlog). O aumento é por conta dos dois reajustes seguidos no preço do diesel para as refinarias; o primeiro de 9,5%, feito em dezembro, e o segundo de 6,1%, anunciado na quinta-feira pela Petrobras. O combustível corresponde a 60% dos custos do transporte. 

Nas bombas, o novo reajuste deve impactar em alta de 3,8% ou R$ 0,12, segundo estima a Petrobras se o aumento for repassado integralmente pelos postos de combustíveis para o consumidor. Com isso, o preço médio do litro do diesel no Estado deve subir de R$ 3,377 (considerando os valores da última pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, entre 25 e 31 de dezembro) para 3,497. 

“Acredito que vai subir mais que esses R$ 0,12, dependendo do lugar”, avalia o diretor do Sindicato, Dorival Oliveira. O reflexo no preço do frete, explica, vai variar conforme a cidade. “Nas cidades produtoras mais distantes, onde o valor do combustível é mais caro, a alta deve chegar a 12%. Grande parte das regiões produtoras fica distante da Capital”, justifica. 

(*) A reportagem completa está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Leia Também