Sexta, 17 de Novembro de 2017

teste da semana

Chevrolet Equinox, um SUV
para mudar o conceito

27 OUT 2017Por LEANDRO GAMEIRO17h:20

Um SUV muito esperado para mercado brasileiro. O Equinox chegou recheado de tecnologia e com valor que vem sendo considerado justo.

Importado do México apenas na versão Premier, o modelo vem com motor 2.0 turbo, de 262 cv e o novíssimo câmbio de 9 marchas, com potência muito boa para um quatro cilindros e a pegada lembra a de um motor V6, mas com menos emissão de poluentes.

O que impressionou também em nosso test-drive foi o silêncio a bordo e a quantidade de itens de segurança para uma versão única, a Premier, que chega no valor de R$ 149.900. Esse motor é o mesmo que equipa o Camaro, versão de entrada nos Estados Unidos.

O Equinox acomoda 5 passageiros tranquilamente, pois não possui aquele famoso túnel no meio do carro e vem com duas tomadas USB e uma tomada 12 volts para quem vai no banco de trás. Para quem vai na frente, tem entradas para conectar telefone e pen drive.

Vale lembrar que o modelo chegou para substituir a Captiva e ficar abaixo da Trailblazer.

Em itens de segurança, ele vem com alerta de colisão com frenagem automática, aviso de saída da faixa de rolagem, sensor de abertura automática do porta-malas, retrovisores elétricos com aquecimento, rodas 19" de liga leve, seis airbags (frontais, laterais e de cortina), entre outros.

Já em conforto, o Equinox tem ar-condicionado duas zonas, banco elétrico do motorista com memória, entre outro itens.

O Equinox tem 7,6 cm a mais no comprimento e 1,8 cm a mais na distância entre eixos do que a Captiva. E vai de 0 a 100 km/h em apenas 7,5 segundos, além de fazer 5,5 segundos a retomada de 80 a 110 km/h.

Em questão de consumo, o SUV fez uma média geral de 9,5 km/l entre cidade e rodovia, lembrando que ele é somente a gasolina. 

IMPRESSÕES AO DIRIGIR

Ao entrar no novo Equinox, a gente se sente bastante confortável, com todos os comandos à mão e acabamento requintado.

Ao acelerar, é possível sentir a pegada do turbo, o que achamos legal, numa demonstração de esportividade, apesar do tamanho e do peso, de 1.693 kg.

Os itens de segurança passam bastante confiabilidade para motorista e passageiros. O som de excelente qualidade, Bose, agradou muito, juntamente com a saída de ar para os passageiros que vão atrás.

Foram 160 quilômetros de teste, trafegando como motorista e passageiro. O banco traseiro tem duas regulagens de encosto, uma mais ereta e outra mais inclinada, passando a impressão que se está sentado num sofá.

O porta-malas tem capacidade para 847 litros e ainda vem com um "fundo falso". Na faixa de preço em que o Equinox está os concorrentes são o Q3, X1, Outlander, New Tucson, 3008 e até mesmo o Compass.

Veja mais detalhes sobre outros modelos e testes no Instagram do suplemento Correio Veículos.

 
  • Foto: Leandro Gameiro/Correio do Estado
  • Foto: Leandro Gameiro/Correio do Estado
  • Foto: Leandro Gameiro/Correio do Estado
  • Foto: Leandro Gameiro/Correio do Estado
  • Foto: Leandro Gameiro/Correio do Estado
  • Foto: Leandro Gameiro/Correio do Estado
  • Foto: Leandro Gameiro/Correio do Estado

Leia Também